Mercado fechado
  • BOVESPA

    96.582,16
    +1.213,40 (+1,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    36.801,37
    -592,34 (-1,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    36,14
    -0,03 (-0,08%)
     
  • OURO

    1.866,80
    -1,20 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    13.398,33
    -144,59 (-1,07%)
     
  • CMC Crypto 200

    264,05
    +21,37 (+8,80%)
     
  • S&P500

    3.310,11
    +39,08 (+1,19%)
     
  • DOW JONES

    26.659,11
    +139,16 (+0,52%)
     
  • FTSE

    5.581,75
    -1,05 (-0,02%)
     
  • HANG SENG

    24.586,60
    -122,20 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    23.331,94
    -86,57 (-0,37%)
     
  • NASDAQ

    11.196,00
    -146,75 (-1,29%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7438
    +0,0094 (+0,14%)
     

Lady Gaga revela que odiava ser famosa: "pensava em suicídio todos os dias"

Rafael Monteiro
·2 minutos de leitura
BEVERLY HILLS, CALIFORNIA - FEBRUARY 24: Lady Gaga attends the 2019 Vanity Fair Oscar Party at Wallis Annenberg Center for the Performing Arts on February 24, 2019 in Beverly Hills, California. (Photo by David Crotty/Patrick McMullan via Getty Images)
Lady Gaga (Photo by David Crotty/Patrick McMullan via Getty Images)

Lady Gaga concedeu entrevista à rede de televisão norte-americana CBS e falou abertamente sobre os seus problemas de saúde mental. Segundo ela, a fama como estrela pop acabou fazendo com que a artista se afastasse cada vez mais de Stefani Germanotta - a sua pessoa física - tornando-a uma pessoa infeliz.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

"Meu maior inimigo é 'Lady Gaga', e era nisso que eu estava pensando. Meu maior inimigo é ela. Você não pode ir ao supermercado. Se você for jantar com sua família em algum restaurante, alguém vem à mesa, você não pode se encontrar com sua família sem que isso seja sobre você, é sempre sobre você. O tempo todo é sobre você", disse ela.

Leia também

A constante exposição fez com que ela entrasse em depressão no início de carreira. "Eu tinha pensamentos suicidas todos os dias. Realmente não entendia por que deveria viver a não ser que fosse pela minha família. Esse foi um pensamento e um sentimento reais, por que eu deveria ficar por aqui?", lembrou.

“Eu odiava ser famosa, odiava ser uma estrela, me sentia exausta e esgotada. Nem sempre é fácil, se você tem problemas mentais, deixar outras pessoas verem [o que você está passando]. Eu costumava mostrar, eu dizia, 'Olha eu me cortei, veja que estou sofrendo'. Achava que alguém poderia ver porque os problemas de saúde mental são invisíveis", continuou.

Felizmente, com a ajuda de amigos como Elton John e Ariana Grande, ambos colaboradores de Chromatica, seu novo álbum de estúdio, ela conseguiu aceitar mais a sua persona artística. "Não odeio mais a Lady Gaga. Eu encontrei uma maneira de me amar de novo, mesmo quando eu pensei que isso não aconteceria", concluiu. Assista à entrevista (em inglês) abaixo:

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube