Mercado fechará em 4 h 33 min
  • BOVESPA

    119.290,11
    -356,29 (-0,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.125,71
    -369,70 (-0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,99
    -0,32 (-0,60%)
     
  • OURO

    1.864,00
    -2,50 (-0,13%)
     
  • BTC-USD

    31.854,60
    -1.647,50 (-4,92%)
     
  • CMC Crypto 200

    633,74
    -66,87 (-9,54%)
     
  • S&P500

    3.851,85
    +52,94 (+1,39%)
     
  • DOW JONES

    31.188,38
    +257,86 (+0,83%)
     
  • FTSE

    6.748,03
    +7,64 (+0,11%)
     
  • HANG SENG

    29.927,76
    -34,71 (-0,12%)
     
  • NIKKEI

    28.756,86
    +233,60 (+0,82%)
     
  • NASDAQ

    13.336,50
    +42,25 (+0,32%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4321
    +0,0241 (+0,38%)
     

Líder republicano no Senado critica tentativas de contestar vitória de Biden

·1 minuto de leitura

WASHINGTON (Reuters) - O líder republicano no Senado dos Estados Unidos, Mitch McConnell, fez um ataque contundente nesta quarta-feira aos colegas republicanos que contestam a vitória do democrata Joe Biden no Colégio Eleitoral norte-americano, mencionando que isso poderia ocasionar um grande dano aos EUA.

No início do debate sobre a certificação do resultado do Colégio Eleitoral, McConnell afirmou: "Não podemos, simplesmente, nos declarar um conselho eleitoral nacional com esteróides."

McConnell acrescentou: "Os eleitores, tribunais, Estados, todos falaram. Se nós os ignorarmos, isso irá danificar nossa república para sempre".

Biden foi eleito presidente dos EUA na eleição de novembro ao obter os votos necessários no Colégio Eleitoral. Ele também somou mais votos populares do que seu adversário, o presidente em final de mandato Donald Trump.

(Por Richard Cowan)