Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,13 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,50
    +0,46 (+0,65%)
     
  • OURO

    1.763,90
    -10,90 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    35.617,70
    -2.104,89 (-5,58%)
     
  • CMC Crypto 200

    887,34
    -52,60 (-5,60%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,37 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.103,00
    -62,50 (-0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0361
    +0,0736 (+1,23%)
     

Líder em biodiesel agora mira combustível de aviação sustentável

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A maior fabricante mundial de diesel renovável aposta em um novo mercado para o combustível de aviação de baixo carbono em meio à lenta retomada dos voos.

A Neste acredita que o combustível de aviação sustentável, SAF na sigla em inglês, atrairá empresas que desejam reduzir as emissões de carbono. A Neste também espera que o preço mais alto do combustível não seja um obstáculo, já que as viagens aéreas pós-pandemia são retomadas com maior consciência sobre a mudança climática.

“As pessoas vão começar a voar de novo, mas depois querem voar de uma forma mais sustentável”, disse o CEO Peter Vanacker em entrevista. “Assim como fizemos com o diesel renovável, estamos criando esse mercado.”

A empresa finlandesa está investindo cerca de US$ 230 milhões para equipar sua refinaria de energias renováveis de Rotterdam para produzir combustível de aviação mais sustentável. Combinado com uma expansão em sua unidade em Singapura, a Neste será capaz de produzir 1,5 milhão de toneladas de SAF por ano até o final de 2023, contra apenas 100 mil toneladas agora. Isso se compara a 300 milhões de toneladas de combustíveis fósseis usados na aviação anualmente antes da pandemia.

A Neste produz biodiesel há mais de uma década em sua usina de Porvoo, com seu primeiro investimento em tecnologia renovável já em 2005. Depois de um período sem dar lucro, o produto ultrapassou os derivados de petróleo tradicionais como impulsionador do lucro da Neste em 2018.

O combustível de aviação sustentável é feito de resíduos, como óleo de cozinha usado e gordura animal. Reduz as emissões de carbono em até 80% em comparação com o querosene comum com base no ciclo de vida. Antes de deixar a refinaria, o SAF é misturado com combustível fóssil, até um máximo de 50%. A Neste diz que um carregamento normal contém cerca de 35% a 40% de combustível renovável.

A Neste também busca vender o combustível diretamente para empresas de modo que possam receber os benefícios climáticos quando funcionários fizerem viagens de negócios a bordo de sua operadora terceirizada, e diz que os prêmios pagos pelos consumidores para viajar em um voo “verde” criarão mais incentivos para que companhias aéreas usem o SAF.

“Há um claro reconhecimento de que a indústria da aviação terá que descarbonizar”, disse Vanacker, da Neste. “A discussão está realmente caminhando para usar o produto físico em vez de plantar árvores, porque o consumidor quer o produto físico.”

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos