Mercado abrirá em 3 h 48 min
  • BOVESPA

    106.363,10
    -56,43 (-0,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.714,60
    -491,99 (-0,94%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,87
    -0,79 (-0,96%)
     
  • OURO

    1.803,70
    +4,90 (+0,27%)
     
  • BTC-USD

    59.068,36
    +767,38 (+1,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.428,20
    -46,13 (-3,13%)
     
  • S&P500

    4.551,68
    -23,11 (-0,51%)
     
  • DOW JONES

    35.490,69
    -266,19 (-0,74%)
     
  • FTSE

    7.234,51
    -18,76 (-0,26%)
     
  • HANG SENG

    25.535,36
    -93,38 (-0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.820,09
    -278,15 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    15.629,75
    +42,50 (+0,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4511
    +0,0264 (+0,41%)
     

Léo Índio: PGR investiga primo de filhos de Bolsonaro por atos do 7 de setembro

·1 minuto de leitura

RIO - Primo dos filhos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Léo Índio é um dos investigados em inquérito aberto pela Procuradoria-Geral da República (PGR) para apurar a organização e o financiamento de atos antidemocráticos em 7 de setembro, além de ataques a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). A informação foi publicada pela Folha de S. Paulo nesta quinta-feira.

Índio virou alvo da investigação depois de postar em redes sociais uma campanha de arrecadação visando as manifestações pró-governo. Ele divulgou chaves Pix e um QR Code para doação de criptomoedas que ajudassem a financiar os atos. As publicações foram bloqueadas pelo ministro Alexandre de Moraes.

Moraes também acatou um pedido da subprocuradora-geral Lindôra Araújo, que solicitou, uma semana antes dos protestos, a autorização para que Índio prestasse depoimento. O ministro do STF ainda ordenou que plataformas digitais - Facebook, Instagram, Youtube e Twitter - bloqueassem as contas do primo dos filhos de Bolsonaro.

Filho de uma irmã de Rogéria Nantes, ex-mulher do presidente, Léo Índio é primo do vereador Carlos (Republicanos-RJ), do deputado Eduardo (PSL-SP) e do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos