Mercado abrirá em 5 h 22 min

Kraft Heinz anuncia ex-executivo da Campbell como presidente nos EUA

Cibelle Bouças

Ele assume a posição em 3 de fevereiro e vai liderar as operações comerciais nos EUA, maior negócio da empresa A Kraft Heinz anunciou hoje a contratação de Carlos Abrams-Rivera como novo presidente da companhia para os Estados Unidos. Ele assume a posição em 3 de fevereiro e vai liderar as operações comerciais nos EUA, maior negócio da empresa.

Desde que assumiu o cargo de presidente global, em julho de 2019, Miguel Patricio vinha atuando também como presidente interino da operação americana.

“Tenho toda a confiança de que Carlos é o líder visionário de que precisamos para impulsionar os negócios dos EUA neste momento de transformação”, afirmou Patricio em comunicado.

Nascido em Porto Rico, Abrams-Rivera, de 52 anos, atuou por mais de duas décadas em empresas como Campbell Soup Company, Mondelez International e Kraft Foods.

Carlos Abrams-Rivera, novo presidente da Kraft Heinz nos EUA

AP/Business Wire

Abrams-Rivera estava na Campbell desde 2015, onde atuou mais recentemente como vice-presidente executivo e presidente da Campbell Snacks. Antes disso, foi presidente da Pepperidge Farm, subsidiária da Campbell.

Entre 2012 e 2015, trabalhou na Mondelez em diversos cargos, incluindo o de presidente de balas e gomas na América Latina, presidente da Mondelez México, vice-presidente global sênior de bebidas e vice-presidente sênior de marketing e estratégia para mercados em desenvolvimento.

Na Kraft Foods, Abrams-Rivera trabalhou de 1998 a 2012. Foi vice-presidente sênior de marketing e estratégia para mercados em desenvolvimento, vice-presidente da Nabisco Savory Snacks e vice-presidente global de biscoitos.

Essa é a segunda mudança no alto escalão da Kraft Heinz anunciada esta semana. Miguel Patricio tem trabalhado para fazer transformações na companhia para voltar ao lucro.

Na segunda-feira, a Kraft Heinz nomeou Flavio Torres, ex-AB InBev, como novo diretor global de operações da companhia. Ele substitui Eduardo Pelleissone, que deixou o cargo no ano passado logo após o português Miguel Patricio assumir a presidência da empresa, no fim de junho.

As ações da Kraft Heinz registram queda de 0,47% na Nasdaq, para US$ 30,62.