Mercado abrirá em 9 h 37 min
  • BOVESPA

    114.064,36
    +1.782,08 (+1,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,27
    +125,93 (+0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,30
    0,00 (0,00%)
     
  • OURO

    1.752,00
    +2,20 (+0,13%)
     
  • BTC-USD

    44.501,29
    +631,80 (+1,44%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.112,67
    +3,75 (+0,34%)
     
  • S&P500

    4.448,98
    +53,34 (+1,21%)
     
  • DOW JONES

    34.764,82
    +506,50 (+1,48%)
     
  • FTSE

    7.078,35
    -5,02 (-0,07%)
     
  • HANG SENG

    24.542,82
    +31,84 (+0,13%)
     
  • NIKKEI

    30.200,89
    +561,49 (+1,89%)
     
  • NASDAQ

    15.297,00
    -6,50 (-0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2258
    +0,0008 (+0,01%)
     

Kombi elétrica da Volkswagen, ID.Buzz ganha previsão de lançamento

·1 minuto de leitura

A icônica Kombi, símbolo do movimento hippie e que foi produzida pela Volkswagen durante 56 anos, foi aposentada em 2013. Em breve, no entanto, ela estará de volta. Chamada de ID.Buzz e popularmente conhecida como Kombi elétrica, ela retornará ao cenário automotivo cheia de modernidade.

Apresentada nesta segunda-feira (06) no IAA 2021, em Munique, cinco anos após a primeira aparição do conceito, a Kombi elétrica terá fases distintas de implantação. A primeira terá início ainda este ano e será composta por alguns testes nas vias públicas de Munique, na Alemanha, e na pista particular da Volkswagen, localizada próxima ao principal aeroporto da cidade.

A segunda fase começará somente após o lançamento em 2022 e promete realmente ser um divisor de águas na vida da nova Kombi. A Volkswagen investiu US$ 2,6 bilhões (R$ 13,4 bi) na Argo AI, startup que tem sua sede em Pittsburgh, nos Estados Unidos. O motivo? Transformar o ID. Buzz em ID. Buzz AD, ou seja: um veículo com direção autônoma.

Prazo é 2025

Transformar a Kombi elétrica "normal" em um veículo autônomo será possível por meio da utilização da versão mais completa do software e do hardware AV, da Argo. Isso inclui uma série de câmeras dotadas de inteligência artificial por todo o veículo, além dos sensores LiDAR, que têm alcance de 400 metros.

O prazo estipulado para o ID.Buzz começar a operar é 2025. Em entrevista ao The Verge, no entanto, Bryan Salesky, CEO da Argo, preferiu não cravar quando efetivamente tudo estará pronto: “A tecnologia estará pronta quando estiver pronta”, disparou.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos