Mercado abrirá em 1 h 28 min

Kobe Bryant morre aos 41 anos em acidente de helicóptero

Kobe Bryant attends the LA premiere of "Just Mercy" at Cinemark Baldwin Hills on Monday, Jan. 6, 2020, in Los Angeles. (Photo by Richard Shotwell/Invision/AP)

Kobe Bryant morreu em um acidente de helicóptero em Calabasas, nos Estados Unidos, na tarde deste domingo (26). De acordo com o Serviço Federal de Aviação, o jogador de basquete viajava com outras oito pessoas em seu helicóptero particular. O veículo aéreo bateu numa encosta e pegou fogo. A filha de Kobe, Gianna Maria, de 13 anos, estava na aeronave e também morreu. Como o pai, jogava basquete.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM
SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD


Profissionais de emergência foram ativados mas nenhuma das cinco pessoas que estavam no helicóptero sobreviveram. Sua mulher, Vanessa Bryant não estava a bordo. Ainda não se sabe exatamente a causa do acidente. Segundo a reportagem, Kobe já usava seu helicóptero há anos - principalmente quando ainda jogava para os Lakers. 

Veja a repercussão da morte de Kobe Bryant no mundo do esporte

O jogador deixa em sua mulher Vanessa e suas outras três filhas - Natalia, Bianca e a recém-nascida Capri. Kobe recentemente foi visto em jogos da NBA com Gianna, que puxou ao pai se tornando uma jogadora de basquete com um futuro promissor. 

NBA não cancela jogos; jogo fica sem ‘ação’ no começo

A NBA não cancelou os primeiros jogos marcados para esta rodada. No primeiro deles, entre Denver Nuggets e Houston Rockets, no Colorado, houve um minuto de silêncio em memória do atleta que fez história pelo Los Angeles Lakers.

Já no início jogo entre San Antonio Spurs e Toronto Raptors, as equipes deixaram que o tempo de 24 segundos para concluir o ataque se esgotasse sem ações dentro de quadra. Quando o público percebeu que se tratava de uma homenagem, começou a aplaudir. Jogadores no banco de reservas e comissões técnicas fizeram o mesmo.

Carreira

Vindo direto do high school para a NBA, algo pouco comum, Kobe Bryant passou sua carreira inteira nos Los Angeles Lakers. O curioso é que ele foi selecionado pelo Charlotte Hornets como 13ª escolha geral e foi mandado para a Califórnia.

 Nesses 20 anos (1996-2016), “Black Mamba” ganhou cinco títulos com a franquia, uma das mais tradicionais da NBA.

Dessas cinco taças, três vieram de forma consecutiva ao lado de Shaquille O’Neal - 2000 a 2002. Os outros vieram em 2009 e 2010. Kobe foi também o primeiro armador da história da NBA a jogar em pelo menos 20 temporadas.

Kobe foi duas vezes MVP das Finais e uma vez o jogador mais valioso da temporada.

Eleito 18 vezes para o All Star Game, ele ganhou quatro vezes como o melhor do Jogo das Estrelas.

As duas camisas que usou nos Lakers, a 8 e a 24, foram imortalizadas pelo time.

Até este sábado, Kobe era o terceiro maior cestinha da história da liga, com 33,643 pontos, mas foi superado por LeBron James, também dos Lakers, em partida contra o Filadélfia 76ers.

Em 2006, ele anotou 81 pontos contra o Toronto Raptors, na segunda maior pontuação individual da história da liga, atrás apenas dos lendários 100 pontos de Wilt Chamberlain em 1962.

Saiba mais sobre a carreira de Kobe Bryant