Mercado abrirá em 9 h 50 min
  • BOVESPA

    109.786,30
    +2.407,38 (+2,24%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.736,48
    +469,28 (+1,11%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,54
    +0,63 (+1,40%)
     
  • OURO

    1.808,00
    +3,40 (+0,19%)
     
  • BTC-USD

    19.007,40
    -61,09 (-0,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    378,32
    +8,57 (+2,32%)
     
  • S&P500

    3.635,41
    +57,82 (+1,62%)
     
  • DOW JONES

    30.046,24
    +454,97 (+1,54%)
     
  • FTSE

    6.432,17
    +98,33 (+1,55%)
     
  • HANG SENG

    26.900,29
    +312,09 (+1,17%)
     
  • NIKKEI

    26.622,17
    +456,58 (+1,74%)
     
  • NASDAQ

    12.163,25
    +87,25 (+0,72%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4003
    +0,0034 (+0,05%)
     

Klabin tem prejuízo de R$191 mi no 3º tri, mas receita cresce

Por Paula Arend Laier
·2 minuto de leitura

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - A Klabin teve prejuízo líquido de 191 milhões de reais no terceiro trimestre, revertendo o lucro de 207 milhões de reais registrado um ano antes, embora tenha diminuindo a perda em relação ao segundo trimestre (383 milhões de reais).

A receita líquida somou 3,1 bilhões de reais de julho a setembro, alta de 25% na comparação ano a ano, com o mercado interno respondendo por 58%. O volume de vendas somou 910 mil toneladas, de 799 mil um ano antes.

De acordo com a Klabin, o crescimento no volume de vendas ocorreu em todas as linhas de negócios: celulose de fibra curta, celulose de fibra longa/fluff, papéis kraftliner, papéis cartões, embalagens de papelão ondulado de sacos industriais.

"Além do aumento no volume de vendas totais, a receita líquida foi impactada positivamente pela desvalorização do real no período, beneficiando as exportações da Klabin e as vendas de celulose, cuja receita é 100% atrelada ao dólar, inclusive no mercado doméstico", disse a empresa.

O resultado operacional medido pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado alcançou 1,2 bilhão de reais, de 1,4 bilhão de reais no mesmo período do ano anterior.

Excluídos efeitos não recorrentes presentes no resultado do terceiro trimestre de 2019, a companhia afirmou que o Ebitda ajustado cresceu 59% ano a ano.

No terceiro trimestre, o endividamento líquido da Klabin cresceu 39% na comparação anual, para 21 bilhões de reais.

Da dívida total da companhia, incluindo operações de financiamento com swap de taxas de real para dólar, 23,169 bilhões de reais, ou 80%, são denominadas em dólar.

O resultado financeiro ficou negativo em 1 bilhão de reais, contra 1,2 bilhão de reais um ano antes.

O custo caixa unitário de produção de celulose, que contempla os custos de produção das fibras curta, longa e fluff e as toneladas produzidas de celulose no período, foi de 761 por tonelada no trimestre, alta de 6% ante o mesmo período de 2019.

"O principal vetor de crescimento foi o aumento da conta de outros, oriundo de intervenções de manutenção que são realizadas no trimestre anterior a parada geral", afirmou a empresa.

O custo caixa unitário total, que contempla a venda de todos os produtos da companhia, foi de 2.060 reais por tonelada no trimestre, queda de 2,7% ano a ano, descontando o ganho não recorrente de 620 milhões de reais um ano antes devido ao efeito de crédito tributário extemporâneo.