Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    33.470,10
    +1.034,57 (+3,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Kiyosaki: ‘Estamos enfrentando a maior crise da história mundial, ideal para ficar rico’

·6 minuto de leitura

Robert Kiyosaki, o autor do best-seller Pai Rico, Pai Pobre, prevê um grande crash no mercado financeiro. O investidor presume que o preço do Bitcoin (BTC) está prestes a enfrentar o “maior crash da história mundial”. Para ele, isso seria Ideal para obter grande capital.

O autor considera que o preço do Bitcoin cairá para US$ 24.000. Esta deve ser a maior queda do da história da criptomoeda. No entanto, Kiyosaki vê o lado positivo desta queda, porque “os crashes [são] a melhor oportunidade para enriquecer”.

Preço do Bitcoin em US$ 24.000?

Segundo Kiyosaki, os mercados financeiros estão atualmente na “maior bolha da história mundial” e está se tornando ainda “maior”. O investidor usa o tempo para acumular ativamente ouro e prata. Assim que o preço do Bitcoin cair para US $ 24.000, Kiyosaki planeja investir mais no ativo.

“A maior bolha da história mundial está cada vez maior. O maior crash da história mundial está iminente. Compre mais ouro e prata. Espere que o Bitcoin caia para US$ 24.000. Quedas são a melhor hora para ficar rico. Atenção.”

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Kiyosaki afirma várias vezes, “lembrar que o problema não é ouro, prata ou Bitcoin”, mas os “incompetentes no governo, o Fed e Wall Street”.

Bitcoin a US$ 24.000 vs. US$ 450.000

O preço do Bitcoin em US$ 24.000 ainda é bastante considerável em comparação com o valor da moeda há um ano atrás – abaixo de US$ 10.000. No entanto, a criptomoeda tem se movido em um movimento lateral nada empolgante há algum tempo. Um movimento decisivo seria o do BTC conseguir superar a sua atual máxima histórica de US$ 64.000.

Mas vamos supor que o Bitcoin, apesar do grande desvio atual do modelo stock to flow, seguirá a previsão de preço feita por PlanB.

“O Bitcoin está abaixo de U$ 34.000, causado pelo FUD de energia de Elon Musk e pela repressão da China à mineração. Há também um motivo mais fundamental para estarmos vendo fraqueza em junho e possivelmente em julho. Meu pior cenário para 2021 (preço / baseado em on-chain): agosto> US$ 47.000, setembro> US$ 63.000, outubro> US$ 63.000, novembro> US$ 98.000, dezembro> US$ 135.000. “

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Então, no pior cenário, em dezembro deste ano, o preço do BTC poderia estar em US$ 135.000, dando um ótimo retorno em relação ao investimento feito na queda. Ainda nesse quesito, Plan B com seu modelo stock to flow prevê um preço máximo de US$ 450.000 na melhor das hipóteses – um retorno recorde.

No entanto, não é de forma alguma sensato confiar nas previsões altistas dos investidores sobre os preços do Bitcoin. Dessa forma, o trader Konstantin Kaiser comenta:

“Eu compartilho a opinião de que há uma grande probabilidade de que o Bitcoin caia para a marca de US$ 25.000. Há um suporte importante de Fibonacci nesta região”, diz o especialista. “No entanto, se esse nível cair, a moeda pode cair de volta a sua antiga máxima, em torno de US$ 20.000”.

A razão para isso, conta ele, é simples:

Pouco depois de atingir a máxima histórica de cerca de US$ 65.000, o Bitcoin já estava enfraquecendo. Seu preço atingiu a marca de US$ 58.000 pela última vez, momento em que ficou claro para mim, do ponto de vista técnico, que a tendência estava mudando. Como resultado, saí do mercado com a previsão de que o Bitcoin chegaria a US$ 30.000. Bem, isso foi há algumas semanas, mas agora o preço do BTC está novamente perto deste importante suporte de US$ 30.000.

Mercado de baixa está chegando

A grande diferença agora é que este suporte está sendo testado pela segunda vez e que o Bitcoin foi rejeitado duas vezes na resistência de 0,382 de Fibonacci, em US$ 43.000. Em linguagem simples, isso significa que a tendência atualmente é claramente de baixa e ainda não podemos supor uma reversão da tendência para novas altas.

Na verdade, a tendência do Bitcoin não será de alta novamente até que ele ultrapasse a marca de US$ 52.000. Dada a situação atual, este evento está ficando cada vez mais improvável, enquanto uma quebra do suporte de US$ 30.000 parece ter ocorrido.

É puramente especulativo que Kiyosaki presuma que a mínima para o preço do Bitcoin seja de US$ 24.000. É muito provável que vejamos grandes movimentos acima neste nível. No entanto, isso não prevê se o Bitcoin será rejeitado novamente em uma resistência e possivelmente quebrará o suporte de US$ 25.000 para cair ainda mais.

Novos desafios, soluções experimentadas e testadas

Sua estratégia de hedge de acumular ouro e prata também é interessante. Afinal, todos os especialistas parecem concordar: o próximo crash financeiro global assumirá uma escala incomparável. Novos desafios exigem novas soluções. No entanto, estratégias de hedge bem testadas ainda parecem populares, embora estejamos enfrentando uma reviravolta fundamental. O tempo dirá se a compra de metais preciosos terá sucesso. Já destacamos que o Bitcoin Gold é superior em muitos aspectos.

Mas se a próxima crise financeira realmente tiver proporções estratosféricas, matérias-primas como paisagem agrícola e fontes de água podem ser mais atraentes.

Vouchers podem ser impressos, metais preciosos não

A estratégia de hedge perfeita no final só pode ser claramente determinada em retrospecto. O fato é que a oferta de moeda fiduciária sempre aumenta devido ao aumento da quantidade de dinheiro, enquanto metais preciosos como ouro e prata, ou criptomoedas como Bitcoin têm oferta limitada. Preços mais altos nem sempre significam valor mais alto. Eles também podem simplesmente refletir o declínio do poder de compra.

Consequentemente, preços crescentes sempre serão encontrados onde uma oferta limitada atende a uma demanda aumentada. Nesse caso, duas coisas são comparadas entre si (moedas fiduciárias e metais preciosos), uma das quais está disponível quase infinitamente, enquanto a outra está disponível apenas em uma extensão limitada. Deve ficar claro como isso irá acabar.

O artigo Kiyosaki: ‘Estamos enfrentando a maior crise da história mundial, ideal para ficar rico’ foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos