Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    34.443,25
    +780,98 (+2,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Kim Jong Un diz que Coreia do Norte deve se preparar para "diálogo e confronto" com EUA

·1 minuto de leitura
Líder norte-coreano Kim Jong Un em Pyongyang

SEUL (Reuters) - O líder norte-coreano, Kim Jong Un, disse que a Coreia do Norte deve se preparar tanto para o diálogo quanto para o confronto com os Estados Unidos, especialmente para o confronto, após uma "análise detalhada" do novo governo dos Estados Unidos, reportou a agência estatal de notícias KCNA na sexta-feira (horário local).

A declaração acontece no terceiro dia de uma reunião em plenário do comitê central do Partido dos Trabalhadores, que governa o país, após Kim pedir medidas para combater a "tensa" situação alimentar causada pela pandemia de coronavírus e por tufões no ano passado.

Kim fez uma análise detalhada das tendências políticas do governo do presidente norte-americano, Joe Biden, em relação a Pyongyang e pediu a manutenção de "contra-ações apropriadas, estratégicas e táticas" em direção aos Estados Unidos, afirmou a KCNA.

"O secretário-geral ressaltou a necessidade de preparar tanto para o diálogo quanto para o confronto, especialmente para a preparação total para o confronto e assim proteger a dignidade do nosso Estado e dos interesses pelo desenvolvimento independente", disse a agência.

Tais medidas "garantiriam com confiança o ambiente pacífico e a segurança do nosso Estado".

Kim também enfatizou a necessidade de "aprimorar ainda mais a posição estratégica e o papel ativo" da Coreia do Norte, criando enquanto isso "um clima externo favorável" para suas próprias iniciativas, informou a KCNA.

(Reportagem de Sangmi Cha)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos