Mercado fechado

Kia Rio enfim é lançado no Brasil; preços partem de R$ 69.990

feedback@motor1.com (Nicolas Tavares)
Kia Rio 2020

Hatch chega em duas versões, sempre com motor 1.6 de 130 cv e câmbio automático de 6 marchas

O Kia Rio enfim está entre nós, após anos de espera pelo hatchback. Depois de revelar as versões, equipamentos e preços em momentos distintos, agora o Grupo Gandini, importador oficial da Kia no Brasil, faz a apresentação oficial do modelo para a imprensa. O hatch compacto desembarca em duas versões, por R$ 69.990 e R$ 78.990 (respectivamente), sempre com o motor 1.6 flex de 130 cv e câmbio automático de 6 marchas. Terá garantia de 5 anos ou 100 mil quilômetros (o que chegar primeiro. A marca espera vender 2,4 mil unidades em 2020.

Veja como ele anda:

A versão de entrada é a LX, tabelada a R$ 69.990, equipada com ar-condicionado, direção elétrica, assistente de partida em rampas, controle de estabilidade e tração, vidros e travas elétricas nas quatro portas, central multimídia com tela de 7” compatível com Android Auto e Apple CarPlay, câmera de ré, retrovisores com ajuste elétrico e rodas de liga leve de 15".

Quem quiser o carro um pouco mais equipado poderá escolher a versão EX, que adiciona ar-condicionado digital, bancos em couro, controle de cruzeiro, luzes diurnas em LED e retrovisores com rebatimento elétrico. Esta configuração será vendida por R$ 78.990, um aumento de R$ 9 mil.

A Kia ainda promete uma terceira versão baseada na EX, mas com rodas de 17" e pneus 205/45. Segundo a marca, este modelo terá um visual mais esportivo e dinâmico, o que pode indicar a chegada da variante esportivada GT Line. Ainda não tem data para chegar ou preço definido.

Não é apenas o preço que o coloca no mesmo segmento que Chevrolet Onix, Hyundai HB20, Volkswagen Polo e tantos outros. Seu tamanho também o define como um hatch compacto. Tem 4,06 metros de comprimento, 1,72 m de largura, 1,45 m de altura e 2,58 m de entre-eixos. Seu porta-malas tem capacidade para 325 litros. Utiliza suspensão McPherson e freios a disco na frente, enquanto a traseira conta com eixo de torção e freio a tambor - configuração tradicional no segmento. O consumo, segundo o Inmetro, é de 7,2 km/l na cidade e 9,3 km/l na estrada com etanol, 10,5/13,4 km/l com gasolina, respectivamente. 

Aceleramos o Kia Rio nos EUA

Kia Rio 2020
Kia Rio 2020

A motorização também já é conhecida. Aproveitando que a plataforma é bem próxima da usada pelo Hyundai HB20, o Rio usa o motor 1.6 Gamma de 130 cv a 6.000 rpm e torque máximo de 16,5 kgfm a 5.000 rpm, com etanol. Será a única opção, assim como a transmissão automática de 6 marchas. Em comparação, no México e na Europa o Rio é vendido com motores 1.2 e 1.4 aspirado, além de um 1.0 turbo de três cilindros. A Kia justifica a escolha do 1.6 por ser produzido no Brasil e já estar preparado para utilizar etanol, além de que a Hyundai não quis disponibilizar o 1.0 turbo.