Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,88 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,40 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,28
    +0,39 (+0,35%)
     
  • OURO

    1.845,10
    +3,90 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    30.064,72
    +588,59 (+2,00%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,34
    -23,03 (-3,42%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,80 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,54 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.838,00
    -40,25 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1528
    -0,0660 (-1,26%)
     

KFC e Giraffas provocam McDonald's e Burger King após polêmicas

KFC brincou com a situação das duas marcas de fast-food
KFC brincou com a situação das duas marcas de fast-food
  • McDonald's e o Burger King foram notificadas pelo Procon por propaganda enganosa;

  • Giraffas brincou com a situação das concorrentes em uma publicação no Twitter;

  • KFC disse que seu frango é, na verdade, frango.

Concorrentes do McDonald's e do Burger King estão aproveitando as polêmicas dos lanches que não são feitos com as carnes anunciadas para promover seus produtos. O KFC publicou uma imagem dizendo que todos os seus sanduíches de frango são, de fato, feitos com frango, em referência aos produtos considerados enganosos do McDonald's e do Burger King.

Já a Giraffas também brincou com a situação das concorrentes em uma publicação no Twitter: "Fomos notificadas por excesso de picanha no cardápio", dizia o post ilustrado com a imagem de um prato e os dizeres "notícia urgente".

O McDonald's e o Burger King foram notificadas pelo Procon e convidadas pelo Senado a prestar esclarecimentos por não possuir picanha em seu sanduíche "McPicanha", no caso do MC, e nem costela, no "Whopper Costela", no caso do Burger King.

Segundo o órgão de defesa do consumidor, as redes de fast food divulgaram propaganda enganosa ao anunciarem os sanduíches McPichanha e Whopper Costela sem os referidos cortes da carne. As empresas reconheceram que os produtos não continham picanha nem costela e, na verdade, os sanduíches eram aromatizados.

Entenda o caso

Na semana passada, consumidores se revoltaram ao saber que o McPicanha, do McDonald’s, não é feito com o corte nobre da carne. A empresa chegou a lamentar “que a comunicação criada sobre os novos produtos possa ter gerado dúvidas e informa que novas peças, destacando a composição dos sanduíches de maneira mais clara, já estão sendo produzidas”.

Na quinta-feira (28), o Ministério da Justiça notificou o McDonald’s, que agora tem dez dias para esclarecer como os sanduiches são produzidos e se isto ocorre conforme veiculado nas campanhas publicitárias.

Um dia depois, o lanche foi oficialmente retirado dos restaurantes. A venda já havia sido suspensa pelo Procon do Distrito Federal e, a empresa, notificada a dar respostas sobre a publicidade e composição dos sanduíches até o dia 2 de maio pelo Procon de São Paulo.

No último sábado (30), o McDonald’s anunciou que trará de volta o McPicanha a seus cardápios, mas com um outro nome. Após o McDonald’s, Burger King confirmou que seu Whopper Costela não é feito com o corte da carne e sim com paleta suína. O lanche conta apenas com o “aroma de costela”.

Na segunda (2), o Procon do Distrito Federal suspendeu a venda na capital federal do lanche Whopper Costela, que não contém costela. O Procon-SP, por sua vez, disse que vai notificar a rede de fast food. O Burger king afirma que o hambúrguer é feito com paleta suína e tem "aroma natural de costela"

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos