Mercado fechará em 5 h 14 min
  • BOVESPA

    111.930,54
    +1.726,77 (+1,57%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.104,39
    +213,80 (+0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,91
    +1,31 (+1,53%)
     
  • OURO

    1.846,50
    -6,00 (-0,32%)
     
  • BTC-USD

    37.986,97
    +1.576,62 (+4,33%)
     
  • CMC Crypto 200

    871,46
    +50,87 (+6,20%)
     
  • S&P500

    4.356,45
    -53,68 (-1,22%)
     
  • DOW JONES

    34.297,73
    -66,77 (-0,19%)
     
  • FTSE

    7.515,64
    +144,18 (+1,96%)
     
  • HANG SENG

    24.289,90
    +46,29 (+0,19%)
     
  • NIKKEI

    27.011,33
    -120,01 (-0,44%)
     
  • NASDAQ

    14.469,75
    +329,00 (+2,33%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1180
    -0,0341 (-0,55%)
     

Kenzie Academy tem 10 mil vagas para maratona gratuita de programação

·1 min de leitura

Para quem quer aprender a programar, a escola de programação Kenzie Academy Brasil promove neste sábado (15), das 14h às 20h, a “V Maratona do Zero ao Código”. A proposta é ensinar programação a interessados de todas as regiões do país.

A escola vai oferecer 10 mil vagas para o curso. Ao longo das seis horas de aula, os participantes vão aprender HTML, CSS e JavaScript — que estão entre as principais linguagens de programação utilizadas atualmente. Durante a atividade, os alunos terão acesso à equipe de ensino da Kenzie.

Além disso, os alunos vão desenvolver um projeto prático para reproduzir a interface da maior plataforma de vídeo do mundo. Depois de finalizado, o trabalho pode ser utilizado pelo estudante como portfólio profissional.

Curso vai ensinar programação gratuitamente (Imagem: Reprodução/Unsplash/Shahadat Rahman)
Curso vai ensinar programação gratuitamente (Imagem: Reprodução/Unsplash/Shahadat Rahman)

As inscrições estão abertas neste link. Daniel Kriger, CEO da Kenzie Academy Brasil, diz que a maratona é uma oportunidade para quem deseja aprender uma nova profissão em 2022. “Nossos instrutores vão levar muito conhecimento sobre HTML, CSS e JavaScript para quem acompanhar a live.”

O foco da escola é o aprendizado prático. Lá, o aluno pode aprender as principais linguagens de programação do mercado para se tornar programador full stack (inclusive soft skills). Pelo modelo de negócio da empresa, o estudante só paga a mensalidade do curso depois que estiver empregado com remuneração mínima de R$ 3 mil mensais.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos