Mercado abrirá em 40 mins
  • BOVESPA

    111.539,80
    +1.204,97 (+1,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.682,19
    +897,61 (+2,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    60,73
    +0,98 (+1,64%)
     
  • OURO

    1.722,00
    -11,60 (-0,67%)
     
  • BTC-USD

    51.458,32
    +2.593,45 (+5,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.027,54
    +39,44 (+3,99%)
     
  • S&P500

    3.870,29
    -31,53 (-0,81%)
     
  • DOW JONES

    31.391,52
    -143,99 (-0,46%)
     
  • FTSE

    6.670,97
    +57,22 (+0,87%)
     
  • HANG SENG

    29.880,42
    +784,56 (+2,70%)
     
  • NIKKEI

    29.559,10
    +150,93 (+0,51%)
     
  • NASDAQ

    13.132,75
    +77,50 (+0,59%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,8722
    +0,0101 (+0,15%)
     

Ken Moelis alerta para alavancagem extra escondida no sistema

Sonali Basak
·1 minuto de leitura

(Bloomberg) -- Ken Moelis, fundador do banco de investimento Moelis & Co., manda um alerta para investidores que fazem empréstimos para assumir riscos no mercado acionário, que atinge novos recordes.

“Tudo se resumirá à alavancagem, é sempre assim”, disse Moelis na terça-feira em entrevista à Bloomberg TV. “Eu apenas desencorajaria as pessoas a assumirem aquele risco marginal na alavancagem. O tempo é seu amigo, e a alavancagem é sua inimiga, porque a alavancagem é incontrolável.”

Moelis, cuja empresa assessora em fusões, reestruturações e captação de recursos, disse que a crescente alavancagem das empresas pode se tornar uma preocupação se a economia não se recuperar o suficiente para compensar os fluxos de caixa adicionais que as companhias precisarão para cobrir dívidas. Embora não veja uma preocupação em todo o sistema, Moelis alertou que pode haver problemas sob a superfície que só virão à tona se o mercado se deteriorar.

Moelis disse que, como sua empresa não tem dívidas, isso lhe dá flexibilidade que bancos rivais maiores não têm.

“Nossos grandes concorrentes, mesmo os mais sólidos, estão alavancados em 10 ou 12 para 1 - é assim que um grande banco funciona”, disse Moelis. “Quando as coisas se complicam, têm que recuar. Fazemos o oposto. Não temos alavancagem e seguimos em frente. Gosto de ser agressivo quando todo mundo está retrocedendo.”

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.