Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.061,99
    -871,79 (-0,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.528,97
    +456,35 (+0,95%)
     
  • PETROLEO CRU

    62,61
    +0,17 (+0,27%)
     
  • OURO

    1.785,00
    +6,60 (+0,37%)
     
  • BTC-USD

    55.110,07
    -176,14 (-0,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.264,29
    +29,88 (+2,42%)
     
  • S&P500

    4.134,94
    -28,32 (-0,68%)
     
  • DOW JONES

    33.821,30
    -256,33 (-0,75%)
     
  • FTSE

    6.859,87
    -140,21 (-2,00%)
     
  • HANG SENG

    28.647,55
    -488,18 (-1,68%)
     
  • NIKKEI

    28.536,33
    -564,05 (-1,94%)
     
  • NASDAQ

    13.734,50
    -59,75 (-0,43%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6905
    -0,0120 (-0,18%)
     

Kelly Key fala de preconceito por ser bonita: "É muito difícil"

Stefanie Gaspar
·1 minuto de leitura
Kelly Key fala sobre inseguranças na carreira
Kelly Key fala sobre inseguranças na carreira

Resumo da notícia

  • Kelly Key comemorou seus 38 anos com um vídeo especial sobre sua carreira

  • A cantora e atriz falou sobre sofrer preconceito por ser bonita

  • Kelly também explicou que negou oportunidades de trabalho por medo

Em vídeo publicado em seu Youtube nesta sexta-feira (02), Kelly Key desabafou a respeito das dificuldades que encontrou em sua carreira e revelou que ser bonita trouxe muitos problemas e atraiu o preconceito da sociedade. 

"Durante minha carreira inteira a insegurança sempre foi falar sobre beleza e trabalho. As pessoas adoram criticar uma mulher que gosta de se cuidar, bonita, que chame atenção por suas qualidades físicas, e isso sempre me causou muito receio de ser julgada. Foi uma luta muito grande de tentar provar algo a alguém, que eu sou mais que a imagem que eu passo. Por incrível que pareça, ser bonita causa muita insegurança porque causa muito preconceito, as falas são muito pesadas, muito grosseiras", explicou a atriz, que acaba de completar 38 anos.

Leia também

Kelly Key também explicou que sentiu muita pressão quando começou a fazer sucesso em sua carreira de cantora pop, e que chegou a negar oportunidades por medo. "A tendência da sociedade é criticar mulheres em ascensão, então era a insegurança de pensar se eu sabia cantar mesmo. Fui convidada pra muitas coisas legais e neguei pela insegurança do que as pessoas diziam".