Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.035,17
    -2.221,19 (-1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.592,91
    +282,64 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,66
    -1,87 (-2,94%)
     
  • OURO

    1.733,00
    -42,40 (-2,39%)
     
  • BTC-USD

    44.581,95
    -2.810,11 (-5,93%)
     
  • CMC Crypto 200

    912,88
    -20,25 (-2,17%)
     
  • S&P500

    3.811,15
    -18,19 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    30.932,37
    -469,64 (-1,50%)
     
  • FTSE

    6.483,43
    -168,53 (-2,53%)
     
  • HANG SENG

    28.980,21
    -1.093,96 (-3,64%)
     
  • NIKKEI

    28.966,01
    -1.202,26 (-3,99%)
     
  • NASDAQ

    12.905,75
    +74,00 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7583
    +0,0194 (+0,29%)
     

Keira Knightley fala sobre não aceitar mais fazer cenas de nudez ou sexo

Laísa Trojaike
·2 minuto de leitura

As gravações de cenas que envolvem nudez ou sexo são sempre um assunto delicado, já que atrizes e atores precisam fazer algo íntimo, às vezes até mesmo considerado como um tabu, em frente a uma grande equipe de profissionais. Em uma recente declaração, a atriz Keira Knightley (Orgulho e Preconceito) falou sobre os “olhares masculinos” ao rodar cenas íntimas.

Durante um episódio do podcast Chanel Connects, quando Knightley conversava com a cineasta Lulu Wang (A Despedida) e a produtora Diane Solway, a atriz explicou a situação. Após suas experiências de maternidade, Knightley adicionou uma cláusula ao seu contrato que proíbe que qualquer cena de nudez lhe seja delegada, o que ela vê como uma questão de vaidade.

Keira Knightley em seu último filme, Misbehaviour, de Philippa Lowthorpe (Imagem: Reprodução/BBC Films)
Keira Knightley em seu último filme, Misbehaviour, de Philippa Lowthorpe (Imagem: Reprodução/BBC Films)

“É o olhar masculino”, especificou a atriz utilizando, em inglês, a palavra “gaze”, que denota um olhar fixo, como fitar ou encarar, e não um simples olhar. “Se eu estivesse fazendo uma história que fosse sobre aquela jornada de maternidade e aceitação do corpo, eu sinto muito, mas isso teria que ser com uma diretora. Eu não tenho uma proibição absoluta, mas eu meio que faço isso com os homens.”

Ela continuou o assunto explicando o motivo da sua recusa em voltar a fazer esse tipo cena a partir de experiências pessoais que ela viveu em alguns sets:

Eu não quero que sejam aquelas cenas de sexo horríveis, em que você está toda engordurada e todo mundo está grunhindo. Não estou interessada em fazer isso. Eu me sinto muito desconfortável tentando retratar o olhar masculino agora. Dito isso, há momentos em que fico, ‘Sim, eu vejo perfeitamente onde esse sexo ficaria bom de fato neste filme e você basicamente só precisa de alguém que pareça uma gostosa. Então, você pode usar outra pessoa, porque sou muito vaidosa, este corpo já teve dois filhos e eu prefiro não ficar nua na frente de um grupo de homens.

Keira Knightley poderá ser vista novamente na comédia Silent Night, primeiro longa-metragem de Camille Griffin.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: