Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.110,85
    +1.443,20 (+1,35%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.924,67
    -307,53 (-0,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,58
    +1,15 (+1,35%)
     
  • OURO

    1.842,90
    +30,50 (+1,68%)
     
  • BTC-USD

    41.859,23
    +129,26 (+0,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    994,70
    -0,05 (-0,00%)
     
  • S&P500

    4.565,86
    -11,25 (-0,25%)
     
  • DOW JONES

    35.217,65
    -150,82 (-0,43%)
     
  • FTSE

    7.589,66
    +26,11 (+0,35%)
     
  • HANG SENG

    24.127,85
    +15,07 (+0,06%)
     
  • NIKKEI

    27.467,23
    -790,02 (-2,80%)
     
  • NASDAQ

    15.183,25
    -22,75 (-0,15%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2034
    -0,1037 (-1,64%)
     

Kazimir, do BCE, alerta para risco de inflação alta na zona do euro por mais tempo

·1 min de leitura
Membro do Banco Central Europeu Peter Kazimir

Por Robert Muller

PRAGA (Reuters) - A inflação na zona do euro pode permanecer elevada por mais tempo do que o esperado, disse o membro do Banco Central Europeu Peter Kazimir nesta terça-feira, somando-se a um crescente coro de alerta sobre as pressões dos preços.

Na semana passada o BCE prolongou o estímulo apesar da inflação alta, argumentando que as pressões de preços vão diminuir e que a inflação irá abaixo de sua meta de 2% a partir do quarto trimestre de 2022.

Algumas autoridades pressionaram o banco central a reconhecer os riscos de alta à inflação e várias, incluindo os presidentes dos bancos centrais de Alemanha, Portugal e Lituânia, já alertaram publicamente sobre o risco da inflação.

"O que é verdade para a Eslováquia também é verdade para a zona do euro como um todo: existe um risco, e o risco não é pequeno, de que a inflação elevada permaneça conosco por mais tempo", disse Kazimir, chefe do banco central eslovaco, em entrevista à imprensa.

Ele acrescentou que está entre as autoridades que veem um risco de que o aumento dos preços será maior do que o previsto.

"A zona do euro pode enfrentar níveis de inflação mais altos por um período mais longo", disse Kazimir.

A inflação da zona do euro ficou em 4,9% no mês passado, mas o BCE projeta que ela cairá abaixo da meta por si só conforme pressões pontuais perdem força.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos