Mercado fechado

Karina Bacchi diz que nunca bateu no filho: "Palmada causa trauma"

(Foto: Reprodução/Instagram/@karinabacchi)

Karina Bacchi, 43, não é a favor da palmada como método de educação para crianças. Mãe de Enrico, de 2 anos, a modelo falou sobre o assunto com tranquilidade ao ser questionada por um seguidor no Instagram.“O que você pensa sobre o uso da palmada na educação dos filhos?”, escreveu o internauta.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentários.

Em sua resposta, a loira disse que nunca bateu no filho. “Jamais faria isso. Acredito que existem diversas alternativas para ensinar sem repreender de forma tão severa. A palmada causa trauma, medo, afastamento... não é essa relação que quero ter com meu filho”, argumentou.

Leia também

Karina tenta engravidar há alguns meses para dar um irmãozinho a Enrico, mas interrompeu o procedimento por causa da pandemia do novo coronavírus. A revelação foi feita por ela mesmo em suas redes sociais.

"Bebê a bordo? Ainda não. Quais planos você teve que adiar por conta da pandemia? Por aqui pausamos os tratamentos para nova fertilização (FIV) por enquanto. Mas o desejo ainda permanece e seguimos com fé. Desejamos que logo tudo passe e que todos vocês também possam colocar em prática alguns sonhos e objetivos que tiveram que ser pausados", contou.