Mercado abrirá em 8 h 44 min
  • BOVESPA

    130.207,96
    +766,93 (+0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.029,54
    -256,92 (-0,50%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,07
    +0,19 (+0,27%)
     
  • OURO

    1.866,50
    +0,60 (+0,03%)
     
  • BTC-USD

    40.399,78
    +1.597,23 (+4,12%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.010,61
    +41,77 (+4,31%)
     
  • S&P500

    4.255,15
    +7,71 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.393,75
    -85,85 (-0,25%)
     
  • FTSE

    7.146,68
    +12,62 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    28.622,75
    -219,38 (-0,76%)
     
  • NIKKEI

    29.465,50
    +303,70 (+1,04%)
     
  • NASDAQ

    14.143,25
    +18,50 (+0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1473
    +0,0158 (+0,26%)
     

Kaplan, do Fed, vê riscos de inflação ganhar terreno na economia dos EUA

·1 minuto de leitura
O presidente do Federal Reserve de Dallas, Robert Kaplan. 09/01/2020. REUTERS/Ann Saphir.

Por Ann Saphir

(Reuters) - O presidente do Federal Reserve de Dallas, Robert Kaplan, levantou nesta sexta-feira a possibilidade de um aumento preocupante das expectativas de inflação nos Estados Unidos, à medida que desequilíbrios entre oferta e demanda de trabalho e bens pressionam os preços para cima.

A maioria dos formuladores de política monetária do banco central dos EUA vê a pressão de alta --evidente em um salto de 4,2% nos preços ao consumidor no mês passado, em base anual-- como transitória, esperando que as cadeias de abastecimento eventualmente respondam à maior demanda e que mais trabalhadores retornem à força de trabalho à medida que a vacinação alivia preocupações com segurança.

O impulso a aumentos de preços decorrentes de mais gastos diminuirá, acreditam, assim que as poupanças acabarem e os cheques de ajuda do governo forem gastos.

Os desequilíbrios também diminuirão, evitando qualquer mudança permanente para cima nas percepções de inflação por parte de empresas e famílias.

Mas Kaplan --banqueiro central conhecido pela franqueza e cujas opiniões às vezes estão em desacordo com as de seus colegas-- não tem tanta certeza.

"O que você não sabe é, dependendo de quanto tempo isso passa, se isso começa a ficar embutido nas expectativas de inflação, e a preocupação é que as expectativas de inflação comecem a ficar mais elevadas, e então você as está elevando para um nível que não é consistente com uma ancoragem em 2%", disse Kaplan à McCombs School of Business, da Universidade do Texas.

"Essa é a parte que me preocupa. Isso é um risco para mim."