Mercado fechado
  • BOVESPA

    99.605,54
    -1.411,42 (-1,40%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.001,31
    -244,55 (-0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    38,79
    -0,78 (-1,97%)
     
  • OURO

    1.907,50
    -4,40 (-0,23%)
     
  • BTC-USD

    13.654,21
    +13.654,21 (+0,00%)
     
  • CMC Crypto 200

    270,32
    +9,03 (+3,46%)
     
  • S&P500

    3.390,68
    -10,29 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    27.463,19
    -222,19 (-0,80%)
     
  • FTSE

    5.728,99
    -63,02 (-1,09%)
     
  • HANG SENG

    24.787,19
    -131,59 (-0,53%)
     
  • NIKKEI

    23.485,80
    -8,54 (-0,04%)
     
  • NASDAQ

    11.531,50
    -56,50 (-0,49%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7181
    +0,0776 (+1,17%)
     

Kaplan, do Fed, diz que juros baixos podem ser necessários por 2 anos e meio ou 3

·1 minuto de leitura
Presidente do Federal Reserve de Dallas, Robert Kaplan
Presidente do Federal Reserve de Dallas, Robert Kaplan

(Reuters) - O presidente do Federal Reserve de Dallas, Robert Kaplan, afirmou nesta segunda-feira que o banco central dos Estados Unidos deveria manter os juros em seu nível atual perto de zero até que a economia esteja no caminho do pleno emprego e da estabilidade de preços, o que pode levar dois anos e meio ou três.

Depois desse ponto, "provavelmente acho que é apropriado permanecer expansionista, ou mesmo altamente expansionista", disse Kaplan em entrevista com a Bloomberg News.

"Não estou certo de que é apropriado decidir agora que nesse ponto deveríamos deixar os juros em zero, prefiro deixar esses julgamentos para comitês futuros."

As declarações foram as primeiras de Kaplan desde que deu um voto na semana passada contrário à decisão do Fed de prometer juros baixos até que a inflação atinja e esteja a caminho de "superar moderadamente" a meta de 2% do Fed.

(Reportagem de Ann Saphir)