Mercado fechado
  • BOVESPA

    130.207,96
    +766,93 (+0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.029,54
    -256,92 (-0,50%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,01
    +0,13 (+0,18%)
     
  • OURO

    1.865,10
    -0,80 (-0,04%)
     
  • BTC-USD

    40.173,10
    +1.243,65 (+3,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.005,21
    +36,37 (+3,75%)
     
  • S&P500

    4.255,15
    +7,71 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.393,75
    -85,85 (-0,25%)
     
  • FTSE

    7.146,68
    +12,62 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    28.530,44
    -311,69 (-1,08%)
     
  • NIKKEI

    29.375,94
    +214,14 (+0,73%)
     
  • NASDAQ

    14.147,50
    +22,75 (+0,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1470
    +0,0155 (+0,25%)
     

Kaiky lembra dificuldades na altitude e destaca parceria com Luan Peres

·1 minuto de leitura


O Santos enfrenta o The Strongest na próxima terça-feira, às 19h15min, em La Paz, na Bolívia, pela quinta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. O Peixe goleou os bolivianos por 5 a 0, na Vila Belmiro, mas terá que jogar contra outro adversário fora de casa: a altitude. O zagueiro Kaiky já atuou na altitude com a Seleção Brasileira Sub-15 e revelou dificuldades de jogar nessas condições.

- Já tive atuei na altitude quando estava com a Seleção Brasileira Sub-15. Fizemos um amistoso em 2018 na Cidade do México. A altitude lá é menor que na Bolívia, mas já foi um pouco complicado, pois o cansaço bate muito rápido. Eu joguei improvisado de lateral naquela ocasião, dei dois piques e já estava ‘morto’. Mas brincadeiras à parte, temos que jogar com inteligência lá. Precisamos ser cirúrgicos para conseguir essa vitória, que será muito importante para seguirmos fortes na briga pela vaga - reforçou o zagueiro.

Herdeiro da camisa 28 de Lucas Veríssimo, Kaiky vê parceira com Luan Peres na zaga e revela ser fã do companheiro. Dos quinze jogos pelo Santos, quatorze foram ao lado de Luan Peres.

- Essa sequência sem ser vazado é motivo para comemoração, sim. Não só eu e o Luan, mas todos estão de parabéns, porque o sistema defensivo começa lá na frente. Agora eu e o Luan conversamos bastante no dia dia sobre posicionamento no campo, etc. Fizemos poucos jogos juntos até o momento, mas estamos nos entrosando cada vez mais e espero que a gente continue crescendo. Assim que cheguei no profissional ele (Luan) foi um cara que me ajudou muito, me dá muitos toques importantes. Sou fã dele como jogador e como pessoa - afirmou Kaiky.