Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.428,18
    -219,81 (-0,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.686,03
    -112,35 (-0,21%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,25
    -0,03 (-0,04%)
     
  • OURO

    1.764,70
    -3,60 (-0,20%)
     
  • BTC-USD

    61.461,42
    +2.046,34 (+3,44%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.430,53
    -21,11 (-1,45%)
     
  • S&P500

    4.486,46
    +15,09 (+0,34%)
     
  • DOW JONES

    35.258,61
    -36,15 (-0,10%)
     
  • FTSE

    7.203,83
    -30,20 (-0,42%)
     
  • HANG SENG

    25.409,75
    +78,75 (+0,31%)
     
  • NIKKEI

    29.025,46
    +474,56 (+1,66%)
     
  • NASDAQ

    15.290,25
    +155,75 (+1,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4024
    -0,0014 (-0,02%)
     

Justiça conclui processo de recuperação judicial da PDG

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - A construtora PDG anunciou nesta quinta-feira que a Justiça encerrou o processo de recuperação judicial bilionário da companhia iniciado em 2017, depois que o grupo cumpriu obrigações previstas no plano de reestruturação.

O processo permitiu à PDG reestruturar dívidas de 5,3 bilhões de reais devidas à 22 mil credores, afirmou a companhia em fato relevante.

"O juízo da 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo...reconheceu que o Grupo PDG cumpriu todas as obrigações previstas no plano de recuperação judicial", afirmou a PDG.

A PDG afirmou que a conclusão da recuperação judicial permitirá "às companhias a manutenção da normalidade operacional em bases sólidas, a superação da crise" e dará "condições para continuidade ao pagamento do saldo do passivo concursal e retomar o plano de crescimento".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos