Mercado abrirá em 9 h 6 min

Justiça anula testamento com bens de R$ 150 mi de Chico Anysio

Chico Anysio deixou cerca de R$ 150 milhões de herança (TV Globo / Joao Cotta)

Uma reviravolta aconteceu no processo de sucessão de bens de Chico Anysio. O testamento do humorista, onde constavam bens no valor de R$ 150 milhões, foi anulado pela justiça do Rio de Janeiro. Os herdeiros do humorista são: a ex-mulher Maga de Paula e os filhos: Lug de Paula, Nizo Neto, Bruno Mazzeo, André Lucas, Rico Rondelli, Cícero Chaves, Vitória e Rodrigo.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

O testamento foi considerado nulo porque contemplava apenas um dos herdeiros, Yahoo! entrou em contato com a advogada Denise Giardino, da Sanseverino Advogados Associados, para esclarecer os fatos. “Esse processo é de autoria de um dos herdeiros e tramita em segredo de justiça, por conta até das peculiaridades que o testamento encerra. O juízo observou que contrariando o código civil, ao testar (ato de fazer um testamento), foi disposta a totalidade de bens. Por conta disso o juiz entendeu que essas regras foram descumpridas e determinou a anulação do testamento”, explicou.

Leia também

A advogada ainda revelou que sua cliente, Malga di Paula, entrou com alguns recursos à divisão de bens do humorista. “Existem peculiaridades no processo que ensejaram o posto do recurso de declaração, que normalmente é feito quando há omissão, contrariedade ou obscuridade em uma decisão. Acreditamos que era caso para um recurso de embargo, mas o juízo viu de forma diferente e esse recurso foi rejeitado” diz.

Um dos itens que a viúva pleiteia é um imóvel no Edifício Golden Royal, na Península, uma área nobre da Barra da Tijuca no Rio de Janeiro. Um apartamento de quatro quartos, cerca de 320m², com pé direito de 2,6m e apenas dois apartamentos por andar custa cerca de R$ 3,6 milhões.  “Ela acredita que esse imóvel pertence exclusivamente a ela.”, comenta a advogada.

Falecido há oito anos, o testamento do humorista foi parcialmente executado desde então. “A nossa cliente, em virtude de outras decisões, que teve razões para entender que discordava de alguns itens estabelecidos. E o código civil estabelece outros recursos para que ela sustente a posição dela”, esclarece.

Siga o Yahoo Vida e Estilo noInstagram,FacebookeTwittereaproveite para se logare deixar aqui abaixo o seu comentário.