Mercado fechado
  • BOVESPA

    123.576,56
    +1.060,82 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.633,91
    +764,43 (+1,50%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,42
    -0,14 (-0,20%)
     
  • OURO

    1.814,00
    -0,10 (-0,01%)
     
  • BTC-USD

    38.291,57
    -944,42 (-2,41%)
     
  • CMC Crypto 200

    928,35
    -15,09 (-1,60%)
     
  • S&P500

    4.423,15
    +35,99 (+0,82%)
     
  • DOW JONES

    35.116,40
    +278,24 (+0,80%)
     
  • FTSE

    7.105,72
    +24,00 (+0,34%)
     
  • HANG SENG

    26.194,82
    -40,98 (-0,16%)
     
  • NIKKEI

    27.641,83
    -139,19 (-0,50%)
     
  • NASDAQ

    15.031,25
    -15,00 (-0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1762
    +0,0107 (+0,17%)
     

Justiça absolve Lula em caso de propina para beneficiar montadoras

·1 minuto de leitura
Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva dá entrevista coletiva

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) - A Justiça Federal do Distrito Federal absolveu nesta segunda-feira o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de uma acusação de ter supostamente recebido propina para beneficiar uma montadora na época da edição de uma medida provisória que garantiria benefícios fiscais quando governava o país.

A Justiça entendeu que não havia elementos para condenar o petista no caso que foi investigado pelo Ministério Público Federal no âmbito da operação Zelotes.

“Não há evidências apropriadas e nem sequer minimamente aptas a demonstrar a existência de ajuste ilícito entre os réus para fins de repasse de valores em favor de Luiz Inácio Lula da Silva ou de Gilberto Carvalho", disse a decisão, referindo-se ao ex-presidente e a um ex-ministro petista.

Lula teve seus direitos políticos restabelecidos recentemente por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) e neste momento está apto para concorrer ao Palácio do Planalto em 2022.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos