Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.539,83
    +1.882,18 (+1,91%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.201,81
    +546,36 (+1,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    41,51
    +0,05 (+0,12%)
     
  • OURO

    1.912,70
    -2,70 (-0,14%)
     
  • BTC-USD

    11.938,56
    +881,55 (+7,97%)
     
  • CMC Crypto 200

    239,54
    +0,62 (+0,26%)
     
  • S&P500

    3.443,12
    +16,20 (+0,47%)
     
  • DOW JONES

    28.308,79
    +113,37 (+0,40%)
     
  • FTSE

    5.889,22
    +4,57 (+0,08%)
     
  • HANG SENG

    24.569,54
    +27,28 (+0,11%)
     
  • NIKKEI

    23.567,04
    -104,09 (-0,44%)
     
  • NASDAQ

    11.696,75
    +36,00 (+0,31%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6264
    +0,0275 (+0,42%)
     

Jurassic World: Acampamento Jurássico | Como a animação se liga aos filmes

Natalie Rosa
·4 minutos de leitura

O primeiro filme de Jurassic Park estreou há quase 30 anos, lá em 1993, dando início a uma nova franquia que iria conquistar amantes do cinema e do entretenimento. Além de inspirar a criação de uma nova saga, Jurassic World, agora os dinossauros estão de volta em forma de animação que, apesar de ter sido criada para as crianças, atrai os adultos pela nostalgia.

Com produção executiva de Steven Spielberg, diretor da franquia original, Jurassic World: Acampamento Jurássico chega à Netflix em seis episódios, contando a história de um grupo de crianças que foram as primeiras a visitar um novo parque em Isla Nublar, dedicado ao turismo. A trama traz muita aventura, várias espécies de dinossauros e personagens carismáticos.

Se você já maratonou todos os episódios e percebeu algumas referências aos filmes, chegou a hora de relembrar e conferir quais são eles. Confira a lista que o Canaltech preparou:

<em>Imagem: Divulgação/Netflix</em>
Imagem: Divulgação/Netflix

Estrutura da Isla Nublar

A série se passa na ilha Isla Nublar, já conhecida pelos fãs da franquia, mas de um lado diferente, na outra ponta daquele pedaço de terra. Isso não significa, no entanto, que não vemos alguns detalhes da estrutura que vimos em Jurassic World, por exemplo, como aquele veículo chamado girosfera, usado para que os visitantes e funcionários possam passear entre os dinossauros sem serem pisoteados.

Vemos também, lá nos últimos episódios, o grupo de crianças caminhando sobre uma espécie de ponte construída em cima da piscina onde mora o gigante réptil pré-histórico Mosassauro, que aparece sendo alimentado no filme de 2015. Também tem na série o aviário dos perigosos répteis voadores Pteranodontes, o monotrilho usado para passear pelos arredores do parque e pelos túneis subterrâneos de manutenção do local.

<em>Imagem: Divulgação/Netflix</em>
Imagem: Divulgação/Netflix

Os mesmos dinossauros

O mais interessante de assistir um filme sobre dinossauros é poder ver a representação deles em "carne e osso", sejam eles robotizados ou criados por computador. Por isso, na animação as criaturas que se tornaram famosas devido aos filmes estão de volta, entre carnívoros, herbívoros, voadores ou nadadores.

Já no primeiro episódio de Jurassic World: Acampamento Jurássico, enquanto o personagem principal Darius está jogando o game de Jurassic World para ganhar o convite e visitar o parque, vemos os dois Velociraptors da saga, além do Tiranossauro Rex, o Rexy, do primeiro filme de Jurassic Park. Quem também faz uma participação especial na animação é Blue, o famoso raptor amigo do personagem Owen, de Chris Pratt.

<em>Imagem: Divulgação/Netflix</em>
Imagem: Divulgação/Netflix

A grande estrela do filme é o Indominus Rex, que não existiu de verdade e foi criado apenas para os filmes, aterrorizando os moradores e visitantes do parque. Além dele, vemos de volta outro carnívoro perigoso, o Cartonauro, aquele dinossauro com chifres que aparece em Jurassic World: Reino Ameaçado, de 2018.

Personagens

A série não mostra personagens clássicos dos filmes, mas a história, por ser baseada nas franquias, chega a citar alguns nomes. Entre eles está o Dr. Henry Wu, o geneticista por trás do Indominus Rex, além de Claire Dearing (Bryce Dallas Howard) de Jurassic World e Dr. Grant (Sam Neill) de Jurassic Park.

Na animação, também tem uma aparição bem nostálgica fazendo referência a Jurassic Park: o Mr. DNA, em um pôster no quarto de Darius e também no jogo. O personagem é um desenho que explica o parque para os visitantes antes dos passeios.

<em>Imagem: Divulgação/Universal Studios</em>
Imagem: Divulgação/Universal Studios

Reconstrução de eventos e mais referências

Alguns acontecimentos da animação são recriados com base nos filmes de Jurassic World, basicamente os mostrando sob outra perspectiva, já que as crianças estão do outro lado da ilha. Isso pode ser visto na fuga do Indominus Rex, na perseguição da criatura de helicóptero, em conversas pelo walkie-talkie, entre outros detalhes que podem passar por despercebidos para quem não assistiu aos longas.

Mas as referências não param por aí. Acampamento Jurássico também homenageia os filmes em outros detalhes, como o uso do crânio de um Velociraptor para chamar os outros animais, igual Jurassic Park III, ou ainda a grande logo do filme original ainda na entrada do acampamento, e também a pegada de dinossauro alagada vibrando, mostrando que tem um dinossauro se aproximando.

<em>Imagem: Reprodução/ScreenRant</em>
Imagem: Reprodução/ScreenRant

A personagem Sammy, que se revela espiã, ainda faz referência a Dennis Nedry, do primeiro Jurassic Park, que também estava lá com a mesma missão. Inclusive, ambos usam roupas com estampas parecidas. Por fim, um dos fatos mais perigosos: quase nada do parque está funcionando, erro que foi crucial para que tudo começasse a dar errado.

Jurassic World: Acampamento Jurássico está disponível na Netflix em seis episódios.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: