Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.976,70
    -2.854,45 (-2,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.668,64
    -310,37 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,28
    -1,66 (-2,13%)
     
  • OURO

    1.754,00
    +8,40 (+0,48%)
     
  • BTC-USD

    16.560,47
    -56,62 (-0,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    386,97
    +4,32 (+1,13%)
     
  • S&P500

    4.026,12
    -1,14 (-0,03%)
     
  • DOW JONES

    34.347,03
    +152,97 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.486,67
    +20,07 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    17.573,58
    -87,32 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    28.283,03
    -100,06 (-0,35%)
     
  • NASDAQ

    11.782,80
    -80,00 (-0,67%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6244
    +0,0991 (+1,79%)
     

Julia Dalavia sobre exposição do corpo na TV: 'A gente é objetificada o tempo inteiro'

Assim como sua personagem em "Pantanal", Julia Dalavia não esconde sua veia feminista. Perguntada sobre como avalia a corrente que relaciona o aprisionamento da mulher com exposição do corpo na TV e fora dela, ela confirma que passar sem ser objetificada e sexualizada é muito difícil.

"A gente é objetificada e sexualizada o tempo inteiro desde muito novas, tanto na indústria, quanto em outros lugares. Às vezes, meninas, que nem tomaram consciência do próprio corpo e da própria sexualidade, já estão sendo vistas dessa forma e obrigadas a acessar esse lugar", reflete a atriz. "Acho que precisamos tomar isso para a gente. Se já fazem isso conosco naturalmente, não há porquê não nos exibirmos, se for algo desejado, e tomarmos as rédeas do nosso próprio corpo."

Julia também conta como reage a casos de assédio na rua: "Tem dias que respondo. Já teve uma situação em que gritei com o cara e saí andando muito estressada. Outros dias eu só ignoro. Lido com isso internamente e sigo minha vida", comenta.