Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.127,78
    +2.831,60 (+2,66%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.875,83
    -13,83 (-0,03%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,53
    -0,23 (-0,27%)
     
  • OURO

    1.807,30
    +11,00 (+0,61%)
     
  • BTC-USD

    62.878,51
    +2.578,53 (+4,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.504,92
    +1.262,24 (+520,13%)
     
  • S&P500

    4.566,23
    +21,33 (+0,47%)
     
  • DOW JONES

    35.734,60
    +57,58 (+0,16%)
     
  • FTSE

    7.222,82
    +18,27 (+0,25%)
     
  • HANG SENG

    26.132,03
    +5,10 (+0,02%)
     
  • NIKKEI

    28.600,41
    -204,44 (-0,71%)
     
  • NASDAQ

    15.505,25
    +164,25 (+1,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4401
    -0,1407 (-2,14%)
     

Juiz suspende devolução de famílias de imigrantes na fronteira sul dos EUA

·1 minuto de leitura
(Março) Imigrantes de Honduras e Guatemala desembarcam do bote de um traficante de pessoas, no estado americano do Texas (AFP/Ed JONES)

Um juiz federal ordenou nesta quinta-feira que o governo dos Estados Unidos suspenda a devolução imediata das famílias de imigrantes que são detidas na fronteira sob o argumento de luta contra a pandemia.

Emmet Sullivan deu às autoridades 14 dias para cumprirem sua decisão, alegando que existem medidas alternativas suficientes para conter a propagação do vírus.

“Considerando a ampla disponibilidade de testes, vacinas e outras medidas de saúde, a corte não está convencida de que a transmissão da Covid-19 durante os procedimentos fronteiriços não possa ser contida de forma significativa”, escreveu Sullivan em sua sentença, de cerca de 50 páginas.

No começo da pandemia, o governo do republicano Donald Trump invocou uma norma sanitária para ordenar a expulsão de todos os imigrantes que entrassem ilegalmente nos Estados Unidos. Seu sucessor, Joe Biden, suspendeu essa prática para menores desacompanhados, mas continua rejeitando famílias e adultos, o que lhe rendeu críticas de grupos de defesa dos imigrantes, que celebraram a decisão do juiz Sullivan.

Diante do fluxo migratório sem precedentes na fronteira com o México, o governo deve apelar da decisão. Em agosto, mais de 200.000 pessoas foram detidas na fronteira sul, incluindo 86.000 que viajavam com suas famílias, de acordo com dados oficiais, o que representa o número mais alto em 20 anos.

chp/iba/ll/yow/lb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos