Mercado abrirá em 7 h 29 min
  • BOVESPA

    122.937,87
    +1.057,05 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.371,98
    +152,72 (+0,31%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,48
    +0,21 (+0,32%)
     
  • OURO

    1.870,90
    +3,30 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    45.166,32
    +2.161,16 (+5,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.259,95
    +62,03 (+5,18%)
     
  • S&P500

    4.163,29
    -10,56 (-0,25%)
     
  • DOW JONES

    34.327,79
    -54,34 (-0,16%)
     
  • FTSE

    7.032,85
    -10,76 (-0,15%)
     
  • HANG SENG

    28.529,41
    +335,32 (+1,19%)
     
  • NIKKEI

    28.462,70
    +637,87 (+2,29%)
     
  • NASDAQ

    13.370,25
    +66,75 (+0,50%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4170
    +0,0071 (+0,11%)
     

Judô: Brasil consegue duas dobradinhas e encerra Open de Guadalajara com sete medalhas

LANCE!
·1 minuto de leitura


Embalados pelo ótimo desempenho no Campeonato Pan-Americano de Judô, sete judocas brasileiros voltaram ao tatame neste sábado, 17, e trouxeram sete medalhas para o Brasil mo Open Pan-Americano de Guadalajara, no México. Foram cinco ouros e duas pratas para a Seleção Brasileira, que levou todos os judocas ao pódio. A competição dá 100 pontos no ranking de classificação olímpica para Tóquio 2020.

Os grandes destaques foram as categorias 48kg e 57kg que tiveram finais brasileiras. No ligeiro, Nathália Brígida levou a melhor sobre Gabriela Chibana, nas punições, para ficar com o ouro. Já no peso Leve, a vitoriosa foi Ketelyn Nascimento, que bateu Jéssica Pereira, também nas punições.

-Foi incrível voltar a competir e, ainda mais, ter vencido hoje. Estou muito contente com meu retorno e mais motivada para os próximos desafios - celebrou Nathália Brígida, que não competia desde o Grand Slam de Dusseldorf (ALE), em fevereiro do ano passado.

Campeões no Campeonato Pan-Americano, Willian Lima (66kg), Guilherme Schimidt (81kg) e Ellen Santana (70kg) repetiram o desempenho no Open e voltarão para casa com mais uma medalha de ouro na bagagem.

As próximas etapas da Seleção de judô serão o Grand Slam de Kazan, em maio, na Rússia, e o Mundial de Budapeste, em junho, fechando a classificação olímpica.