Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,32 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,82 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,88
    -2,46 (-2,61%)
     
  • OURO

    1.818,90
    +11,70 (+0,65%)
     
  • BTC-USD

    24.592,23
    +24,20 (+0,10%)
     
  • CMC Crypto 200

    574,64
    +3,36 (+0,59%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,38 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.500,89
    +34,98 (+0,47%)
     
  • HANG SENG

    20.175,62
    +93,19 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    28.546,98
    +727,65 (+2,62%)
     
  • NASDAQ

    13.580,00
    +268,75 (+2,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2024
    -0,1213 (-2,28%)
     

JPMorgan corta previsão de juros do BCE e vê recessão no 4° tri

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

(Bloomberg) -- O Banco Central Europeu entregará apenas 0,5 ponto percentual a mais de aumentos de juros este ano, à medida que a zona do euro sucumbe a uma recessão no quarto trimestre, de acordo com o JPMorgan.

Economistas liderados por Greg Fuzesi preveem aumentos de 0,25 ponto percentual em setembro e outubro, e não esperam mais um movimento semelhante em dezembro.

“Um movimento antecipado de 50 pontos-base em setembro também é possível, mas suspeitamos que a incerteza sobre crescimento já levará a alguma cautela na próxima reunião e levará a uma pausa após outubro”, disseram.

A economia da zona do euro deve se contrair até o primeiro trimestre de 2023, com a inflação e as preocupações com o fornecimento de energia russo pesando sobre a produção.

O Goldman Sachs esta semana também previu uma recessão, embora seus analistas digam que ela já está começando neste trimestre.

Para a Alemanha, a maior economia da Europa, a esperança de evitar uma recessão diminui a cada dia, com o país mais dependente do gás natural russo do que a maioria.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos