Mercado fechará em 7 hs
  • BOVESPA

    125.675,33
    -610,27 (-0,48%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.634,60
    +290,49 (+0,57%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,50
    -0,12 (-0,16%)
     
  • OURO

    1.827,40
    -8,40 (-0,46%)
     
  • BTC-USD

    38.763,87
    -947,86 (-2,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    921,16
    -9,20 (-0,99%)
     
  • S&P500

    4.419,15
    +18,51 (+0,42%)
     
  • DOW JONES

    35.084,53
    +153,60 (+0,44%)
     
  • FTSE

    7.027,57
    -50,85 (-0,72%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.874,50
    -163,25 (-1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0632
    +0,0227 (+0,38%)
     

JPMorgan compra fatia do C6 Bank, banco digital que oferta cripto no Brasil

·2 minuto de leitura
JPMorgan compra fatia do C6 Bank, banco digital que oferta cripto no Brasil

O banco de investimentos americano JPMorgan fechou acordo para adquirir 40% do C6 Bank, informou nesta segunda-feira (28) a Bloomberg.

A aquisição, que ainda depende de aval regulatório, permitirá com o JPMorgan ingresse no mercado de varejo no Brasil. O valor envolvido do negócio não foi divulgado, mas fontes familiarizadas com o tema informam que o montante seria superior aos R$ 11,3 bilhões captados pelo C6 Bank em dezembro de 2020.

O banco digital tem 7 milhões de clientes e é um dos poucos do segmento de fintechs nacionais que oferecem investimento em criptomoedas no país – mais especificamente, os fundos Hashdex 20 Nasdaq Crypto Index FIC FIM e Hashdex 40 Nasdaq Crypto Index FIC FIM, produtos da Hashdex com 20% e 40% de exposição a cripto, respectivamente.

Segundo a Bloomberg, o JPMorgan poderia mirar até mesmo uma compra de 100% do C6 Bank no futuro.

Expansão internacional do JPMorgan

A compra de fatia do banco digital brasileiro faz parte de uma estratégia de expansão internacional do JPMorgan. Vale lembrar, no entanto, que o JPMorgan Chase já tinha presença no Brasil há seis décadas, mas sem atendimento de varejo, algo que mudaria com a operação via C6 Bank.

A aquisição também ocorre um ano depois da compra pelo JPMorgan de uma participação minoritária na FitBank Pagamentos Eletronicos SA, uma fintech de pagamentos.

O movimento também ocorre após o anúncio de um investimento multimilionário da gestora Berkshire Hathaway, do lendário investidor Warren Buffet, no Nubank. O aporte de US$ 500 milhões foi realizado mediante uma avaliação de US$ 30 bilhões da fintech que é quase seis vezes maior que o C6, com mais de 40 milhões de clientes.

Criptomoedas

Há uma forte expectativa para que os bancos digitais, mais usados por jovens investidores, liderem uma oferta mais abrangente de investimentos em criptomoedas no Brasil. É o que vem acontecendo ultimamente, mesmo que de forma tímida.

Enquanto o Nubank entrou nesse segmento por intermédio da aquisição da Easynvest, corretora que comercializa, por exemplo, o ETF de Bitcoin brasileiro, o C6 Bank ganha o reforço de um banco que vem intensificando as operações de cripto nos EUA: o JPMorgan expandiu a oferta de serviços de criptomoedas e abriu contratação de mais pessoal especializado na área.

O artigo JPMorgan compra fatia do C6 Bank, banco digital que oferta cripto no Brasil foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos