Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.893,32
    -1.682,15 (-1,52%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    41.778,87
    +104,57 (+0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,22
    -0,12 (-0,26%)
     
  • OURO

    1.779,80
    -1,10 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    19.457,98
    +48,97 (+0,25%)
     
  • CMC Crypto 200

    382,09
    +17,50 (+4,80%)
     
  • S&P500

    3.621,63
    -16,72 (-0,46%)
     
  • DOW JONES

    29.638,64
    -271,73 (-0,91%)
     
  • FTSE

    6.266,19
    -101,39 (-1,59%)
     
  • HANG SENG

    26.341,49
    -553,19 (-2,06%)
     
  • NIKKEI

    26.433,62
    -211,09 (-0,79%)
     
  • NASDAQ

    12.324,00
    +47,00 (+0,38%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3612
    -0,0134 (-0,21%)
     

Jovem é importunada sexualmente no ônibus, grava suspeito e homem recua; assista

·1 minuto de leitura

Uma jovem de 21 anos foi vítima de importunação sexual dentro de um ônibus na praia Grande, no litoral de São Paulo. Ao perceber o assédio, ela registrou o momento em que o homem a tocava sem consentimento.

Segundo o portal G1, a jovem registrou queixo na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) do município. Ingrid Silva Calomino estava indo em direção ao seu trabalho na manhã desta quarta-feira (04), sentada em um banco no fundo do ônibus quando um idoso começou a importuná-la.

Leia também

Durante o trajeto, Ingrid disse ter sentido uma mão em seus cabelos. Ao G1, ela disse “ter ficado esperta” já com esse sinal inicial de abuso. Pouco depois, ela diz ter sentido o toque novamente, desta vez em suas costas.

"Ele colocou a mão na lateral do meu corpo, mas veio para frente e começou a tocar meu seio. Fiquei muito nervosa, peguei o celular e comecei a gravar", relatou ao G1.

A partir daí, Ingrid começou a gravar com seu celular o desconhecimento, que tocava nela no início do vídeo. Quando ele percebe que está sendo registrado, recua e se afasta. Depois de gravar o idoso, a jovem diz ter se levantado e brigado com o idoso.

"Me senti um nada. Como uma pessoa que eu nem conheço toca em mim dessa forma? Fiquei insegura e nervosa. Foi um terror".

Ingrid ainda lamenta não ter havido apoio de outros passageiros que estavam no veículo no momento. Ela desceu do ônibus em seguida e seguiu chorando para seu local de trabalho, onde recebeu apoio.

Após a queixa da jovem, o caso deve ser investigado. As imagens serão entregues à Polícia Civil para auxiliar na identificação do suspeito.