Mercado abrirá em 9 hs
  • BOVESPA

    118.811,74
    +1.141,74 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.352,18
    -275,52 (-0,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    59,98
    +0,28 (+0,47%)
     
  • OURO

    1.732,30
    -0,40 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    60.567,60
    +840,12 (+1,41%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.294,67
    +0,09 (+0,01%)
     
  • S&P500

    4.127,99
    -0,81 (-0,02%)
     
  • DOW JONES

    33.745,40
    -55,20 (-0,16%)
     
  • FTSE

    6.889,12
    -26,63 (-0,39%)
     
  • HANG SENG

    28.757,49
    +304,21 (+1,07%)
     
  • NIKKEI

    29.876,35
    +337,62 (+1,14%)
     
  • NASDAQ

    13.813,25
    +4,50 (+0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,8192
    -0,0113 (-0,17%)
     

Jovem do RS fica três noites sem comer após viajar a SP e não encontrar namorada virtual

Redação Notícias
·1 minuto de leitura
Matheus contou com ajuda para retornar ao RS - Foto: Divulgação/Brigada Militar do RS
Matheus contou com ajuda para retornar ao RS - Foto: Divulgação/Brigada Militar do RS

O que era para ser um encontro apaixonado se transformou em dias de aflição para o jovem Matheus Quadros. O rapaz, de 18 anos, deixou Gravataí-RS rumo a São Paulo para conhecer pessoalmente a namorada virtual, mas não só não encontrou-a, como precisou ser resgatado.

O caso aconteceu na semana passada. Após combinar o encontro pela internet, Matheus viajou rumo à capital paulista. Chegando à cidade, tentou de todas as formas contato com a moça, que não respondeu.

Leia também:

Sem dinheiro e sem conhecer ninguém em São Paulo, Matheus passou três noites na rodoviária, sem comer. “Esperei, liguei para ela, não atendia o telefone. Liguei para ela de novo, três vezes, mas não atendeu. Aí, fiquei lá três noites sem comer nada. Só tomando água”, contou à RBS TV.

O cenário só começou a mudar quando o rapaz lembrou do contato de seu instrutor no Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd). Diogo Rafael Ávila de Moura foi o responsável por acionar a Polícia Militar de São Paulo e explicar a situação de Matheus.

Um agente da PM-SP encontrou o jovem, providenciou alimentação e organizou uma vaquinha para arrecadar dinheiro para a passagem de volta ao Rio Grande do Sul. Matheus foi recebido em Porto Alegre na última quarta-feira, antes de ser finalmente levado à casa da madrinha, com quem vive em Gravataí.