Mercado fechará em 4 h 51 min
  • BOVESPA

    109.036,11
    +1.022,64 (+0,95%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.823,23
    -408,97 (-0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,60
    -0,36 (-0,41%)
     
  • OURO

    1.847,00
    +3,80 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    42.421,02
    +289,96 (+0,69%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.009,51
    +14,76 (+1,48%)
     
  • S&P500

    4.532,76
    -44,35 (-0,97%)
     
  • DOW JONES

    35.028,65
    -339,82 (-0,96%)
     
  • FTSE

    7.576,31
    -13,35 (-0,18%)
     
  • HANG SENG

    24.952,35
    +824,50 (+3,42%)
     
  • NIKKEI

    27.772,93
    +305,70 (+1,11%)
     
  • NASDAQ

    15.189,25
    +155,75 (+1,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1415
    -0,0259 (-0,42%)
     

Jornalista esportiva sofre assédio em transmissão ao vivo na Itália; veja vídeo

·2 min de leitura
greta.png

ITÁLIA - A jornalista esportiva italiana Greta Beccaglia foi assediada ao vivo neste sábado, quando transmitia o resultado do jogo de futebol dos times Empoli e Fiorentina, que disputaram na Série A italiana. A repórter da emissora Toscana TV fazia uma transmissão ao vivo após o jogo e tentava ouvir torcedores da Fiorentina sobre a derrota por 2 x 1 para o Empoli, quando um homem passou por trás da profissional e passou a mão em suas nádegas. Veja video:

Em reação ao episódio, a repórter respondeu ao homem: - desculpe, você não pode fazer isso, desculpe - disse, enquanto o apresentador Giorgio Micheletti pedia para ela “não ficar brava”. - Aquilo que aconteceu comigo é inaceitável e não pode se repetir. Foi transmitido ao vivo porque eu estava trabalhando, mas, infelizmente, tais assédio ocorrem com outras mulheres sem que ninguém saiba - declarou a repórter.

Internautas expressaram indignação ao assediador e ao apresentador após o episódio.O jornalista Giorgio Micheletti também foi criticado pela reação que teve ao vivo, por ter dito à jornalista que não ficasse brava, ao invés de expressar repúdio ao ato de assédio. Ele também foi acusado de não demonstrar solidariedade a Greta. A Ordem dos Jornalistas da Toscana definiu a agressão como um "episódio gravíssimo de assédio" e lembrou que o caso ocorreu pouco depois do Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra a Mulher, celebrado em 25 de novembro, além de criticar a postura do apresentador. Segundo a entidade, “não houve nenhuma palavra de solidariedade”.

Em entrevista à A FqMagazine, Micheletti, disse que queria ter se mostrado solidário à colega mais uma vez e acrescentou: - a solidariedade com Greta foi demonstrada de forma concreta durante a transmissão ao vivo, não imediatamente perto do fato. A frase que enlouqueceu o mundo das redes sociais foi 'não fique brava', e o meu 'não fique brava' foi dito apenas para não entrar em pânico. Não para menosprezar o fato. Pode parecer depreciativo, mas não foi. Eu estava preocupado principalmente com o bem-estar psicológico de Greta. Pouco depois, exatamente dois minutos após o crime, disse o que pensei sobre o ocorrido e sobre o protagonista. Mas nenhum dos leões moralistas se preocupou em assistir o resto do show - posicionou-se.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos