Mercado fechado

Jornal cubano Granma tem nova diretora, de 34 anos

(Arquivo) Homem lê em Havana uma edição do dia 13 de agosto de 2016 do jornal Granma

A direção do Partido Comunista cubano (PCC) anunciou, nesta quarta-feira (6), a designação de Yailin Orta Rivera, de 34 anos, para dirigir seu órgão oficial de imprensa, Granma, após a demissão do diretor por ter cometido "erros".

A militante do PCC e integrante do comitê nacional da União de Jovens Comunistas dirigia, até então, o outro jornal do país, o Juventud Rebelde, onde passou rapidamente por vários cargos desde sua saída da universidade, em 2006, até chegar à direção, indica o Granma em um comunicado publicado nesta quarta-feira.

No começo de novembro, o PCC anunciou a demissão do diretor do jornal, Pelayo Terry Cuervo, de 50 anos, após ter constatado "erros cometidos no exercício de suas responsabilidades".

Seu principal erro teria sido não ter publicado na íntegra o discurso do vice-presidente José Machado Ventura durante as comemorações do aniversário da revolução russa.

Até hoje impresso em duas cores, vermelho e preto, o Granma faz parte dos veículos públicos mais emblemáticos da ilha, com a rádio informativa Radio Reloj y Juventud Rebelde, agora dirigida por Yoerky Sánchez Cuellar, também de de 34 anos.