Mercado abrirá em 4 h 43 min
  • BOVESPA

    112.273,01
    -43,15 (-0,04%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.521,43
    -253,48 (-0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    77,50
    -0,40 (-0,51%)
     
  • OURO

    1.930,80
    -8,40 (-0,43%)
     
  • BTC-USD

    22.888,75
    -808,62 (-3,41%)
     
  • CMC Crypto 200

    519,28
    -18,59 (-3,46%)
     
  • S&P500

    4.017,77
    -52,79 (-1,30%)
     
  • DOW JONES

    33.717,09
    -260,99 (-0,77%)
     
  • FTSE

    7.784,87
    +19,72 (+0,25%)
     
  • HANG SENG

    21.680,89
    -388,84 (-1,76%)
     
  • NIKKEI

    27.327,11
    -106,29 (-0,39%)
     
  • NASDAQ

    11.953,25
    -14,75 (-0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5417
    -0,0053 (-0,10%)
     

Jornada de trabalho de 4 dias vai ganhando cada vez mais força

Empresas que adotaram a jornada notaram melhoria na eficiência do trabalho desenvolvido (Getty Image)
Empresas que adotaram a jornada notaram melhoria na eficiência do trabalho desenvolvido (Getty Image)
  • Companhias investem em uma redução nos dias de trabalho para reter talentos

  • Estratégia de quatro dias de serviço pode melhorar desempenho dos funcionário

  • Empresas brasileiras do setor de tecnologia já estão adotando essa modalidade

Já pensou trabalhar quatro dias e folgar três? Esse é o sonho de todo trabalhador que acha que apenas dois dias de folga não são suficientes para colocar a vida em ordem. A ideia vem mais de um século desde a adoção da semana de cinco dias de trabalho pelo norte-americano Henry Ford, que virou regra mundial.

O modelo tem sido testado em algumas organizações em diferentes países. No caso do Brasil, as empresas que instituíram a jornada notaram melhoria na eficiência do trabalho realizado, além do aumento no bem-estar dos funcionários.

As empresas de tecnologia Crawly, NovaHaus, Winnin, AAA Inovação, Gerencianet e Eva estão testando o novo método de funcionamento. Retenção de talentos e ampliação da receita foram alguns outros resultados observados.

No modelo, a carga horária de 40 horas é reduzida para 32, sem mudança nos salários. Para medir os benefícios, as empresas estão revisando metas e mensurando frequência dos resultados. Para criar o conceito, a inspiração veio de companhias localizadas em países como o Islândia, Reino Unido, Bélgica, Nova Zelândia, Escócia e EUA.

Atualmente, 61% dos funcionários brasileiros consideram mudar de emprego em caso de problemas de saúde mental e 74% acreditam que seriam mais produtivos em uma semana de quatro dias, de acordo com dados da plataforma Indeed. A pesquisa aponta que uma redução na carga melhoraria o equilíbrio entre a vida profissional e a pessoal, aumenta a qualidade de vida dos trabalhadores.