Mercado fechado

Relembre cinco vezes que a mídia brasileira exaltou o treinador português do Flamengo

Relembre cinco vezes que a mídia brasileira exaltou o treinador português do Flamengo (AP Photo/Martin Meissner)

Em sua primeira temporada no Brasil, o português Jorge Jesus, atual treinador do Flamengo, já é unanimidade entre a imprensa esportiva brasileira, além dos torcedores rubro-negros, claro.  Líder do Brasileirão e finalista da Libertadores, o “Mister” às vezes é tratado como uma divindade do futebol.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

Relembre:

Bodão, do SporTV, “nunca viu um time assim”

O comentarista Marco Antônio Bodão, do SporTV,  declarou que em 50 anos de carreira “nunca viu um time jogar 90 minutos procurando o gol como filosofia”. O comentário irritou Mano Menezes, técnico do Palmeiras. "É isso que não pode passar para o torcedor. Que o futebol começou agora. Não é possível!".

Mano Menezes, irritado, disse que futebol brasileiro estava sendo depreciado. “O Flamengo, confirmando o título, vai ser uma referência para o futebol brasileiro, uma ótima referência, mas sem ser uma fórmula única", disse o palmeirense.

Leia também

Brasileiros devem aplaudir Jesus, diz Mauro Cezar 

Ao garantir lugar na final da Copa Libertadores com uma vitória de 5 x 0 contra o Grêmio de Renato Gaúcho, o Flamengo de Jesus passou a ser ainda mais exaltado pelos jornalistas brasileiros. Um dos maiores entusiastas do trabalho do “Mister” é Mauro Cezar Pereira, da ESPN, que publicou em seu perfil no Instagram uma montagem dos técnicos Tite, Mano Menezes e Dunga batendo palmas para o flamenguista. Na legenda: “Palmas para Jorge Jesus”.

Pereira ainda provocou os técnicos brasileiros em seu programa “Linha de Passe” dizendo: “Onde estão os professores agora?”, referindo-se à vitória esmagadora do Flamengo.

Bruno Voloch: “volta o futebol arte em quatro meses”

O jornalista Bruno Voloch, da Gazeta Esportiva, também comentou a vitória e classificação do rubro-negro na Libertadores exaltando Jorge Jesus. Voloch, em sua coluna na Gazeta, comentou: “errado quem pensa que o Flamengo ainda não ganhou nada. Ganhou muito. Ganhou Jorge Jesus.” Em seguida, afirmou que o técnico europeu “em 4 meses simplesmente resgatou o futebol arte, inovou o jeito do time jogar e escreveu seu nome na história do clube”.

Jorge Jesus trouxe o futebol arte de volta (AP Photo/Francisco Seco)

Rodrigo Mattos: Jesus nem precisou de adaptação

Em sua coluna no Uol, o jornalista esportivo Rodrigo Mattos, afirmou que Jesus montou um time digno das melhores ligas europeias.  “Logo ao chegar ao Flamengo, foi implantar de imediato suas ideias de jogo e de trabalho, sem transição, sem condescendência com jogadores”, afirmando que o técnico não precisou se adaptar ao Brasil, pois ele próprio adaptou o time do Flamengo aos seus conceitos. 

Leonardo Bertozzi ironizou Renato Gaúcho 

Antes de ver seu time goleado pelo Flamengo por 5 x 0 no Maracanã,  o técnico do Grêmio, Renato Gaúcho, afirmou que Jesus “nunca saiu da Europa”, portanto, não saberia jogar no Brasil. Leonardo Bertozzi, da ESPN, respondeu que o brasileiro “nunca saiu do Brasil” e citou os títulos de Jesus, além do fato do português ter chegado em duas finais da Liga Europa.