Mercado abrirá em 3 h 54 min
  • BOVESPA

    95.368,76
    -4.236,78 (-4,25%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    37.393,71
    -607,60 (-1,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    37,18
    -0,21 (-0,56%)
     
  • OURO

    1.881,20
    +2,00 (+0,11%)
     
  • BTC-USD

    13.155,08
    -0,29 (-0,00%)
     
  • CMC Crypto 200

    260,43
    -12,26 (-4,50%)
     
  • S&P500

    3.271,03
    -119,65 (-3,53%)
     
  • DOW JONES

    26.519,95
    -943,24 (-3,43%)
     
  • FTSE

    5.582,80
    0,00 (0,00%)
     
  • HANG SENG

    24.583,52
    -125,28 (-0,51%)
     
  • NIKKEI

    23.331,94
    -86,57 (-0,37%)
     
  • NASDAQ

    11.242,25
    +109,50 (+0,98%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7302
    -0,0042 (-0,06%)
     

Johnson e Von der Leyen avançam em direção a acordo comercial pós-Brexit

·1 minuto de leitura
O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, e a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, em 10 Downing Street, no centro de Londres, em 8 de janeiro de 2020
O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, e a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, em 10 Downing Street, no centro de Londres, em 8 de janeiro de 2020

O primeiro-ministro britânico Boris Johnson e a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, concordaram neste sábado (3) em "trabalhar intensamente" para chegar a um acordo comercial pós-Brexit, segundo fontes oficiais.

Os dois líderes "instruíram seus principais negociadores a trabalharem intensamente para tentar sanar as divergências", disseram o gabinete do primeiro-ministro e a comissão em um comunicado conjunto.

"Foram obtidos avanços nas últimas semanas, mas divergências significativas persistem, não só no setor de pesca, mas também em termos de regulamentação e governança", acrescentaram as autoridades, que prometeram "conversar regularmente sobre o assunto".

O diálogo entre Londres e Bruxelas ocorreu no dia seguinte à nona sessão de negociações, com o negociador europeu Michel Barnier, de um lado, e o britânico David Frost, do outro.

As partes expressaram preocupação com o pouco tempo que resta para chegar a um acordo. Johnson espera chegar a um acordo até 15 de outubro e a União Europeia, até o final do mês.

O Reino Unido deixou a UE em 31 de janeiro, mas continua a aplicar as regras europeias até 31 de dezembro. Se não houver acordo nessa data, haverá uma brutal ruptura comercial e aduaneira, em plena crise do coronavírus.

gmo/cdu/cls/jz/mis/ic