Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,91 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,62 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.753,90
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    48.615,47
    +861,33 (+1,80%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,62%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,44 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.530,00
    +12,25 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1994
    +0,0146 (+0,24%)
     

Jogos Olímpicos: Por que o sábado foi decepcionante para o Japão, mesmo com duas medalhas?

·3 minuto de leitura

Anfitriões dos Jogos Olímpicos, os japoneses já estiveram em posição de projetar um recorde de pódios antes que a pandemia da Covid-19 e o adiamento do evento fizessem o sonho ser revisto. Neste sábado, porém, o gosto ficou ainda mais amargo para o país: em um dia, o país se frustrou com duas eliminações de ídolos e uma anti-climática medalha de prata.

A primeira e maior decepção veio na ginástica. Ídolo máximo e um dos maiores nomes da história da modalidade, Kohei Uchimura foi eliminado após uma queda na barra fixa. Dono de sete medalhas olímpicas, três delas de ouro, o "Rei Kohei" optou por focar no aparelho, o único em que disputaria, para tentar garantir uma medalha em uma provável última Olimpíada na carreira, em casa. Uchiimura vem sofrendo com lesões nos últimos dois anos.

A queda durante a apresentação custou pontos preciosos, e os 13.866 acabaram não sendo suficiente para classificá-lo às finais. Fora das competições, o ginasta de 32 anos, que sempre fez pública sua insatisfação com a queda de rendimento advinda da idade, verá um novo ginasta quebrar sua sequência de dois ouros seguidos no individual geral.

— Depois que terminei na barra e voltei para a arena para assistir, vi (os ginastas mais jovens) resolvendo seus problemas sozinhos. Senti que não sou mais necessário — disse o atleta, sem garantir a aposentadoria.

Zebra na natação

Na natação, os japoneses viram outro ídolo ser eliminado de forma precoce, mas esse no auge técnico de sua carreira. Daiya Seto, campeão mundial no 400 metros medley em 2019 (seu terceiro título), era uma das principais esperanças de ouro na delegação japonesa. Mas parou nas baterias eliminatórias.

O tempo de 4m10s52 não foi suficiente para o nadador, medalha de bronze na prova na Rio-2016, avançar às finais. Ele chegou a liderar sua bateria, mas perdeu velocidade na reta final da prova. Agora, resta a disputa dos 200 metros medley.

O atleta de 27 anos lembrou do bronze nos Jogos do Rio e afirmou que "não coseguiu dar tudo que tinha" nos últimos 100 metros, mesmo com a aproximação dos adversários

— Há cinco anos, nadei muito rápido na fase classificatória e não consegui ser rápido nas finais. Tentei evitar que isso se repetisse — disse o nadador.

Gosto amargo no judô

Ao contrário do favoritismo de Uchimura e Seto, a judoca Funa Tonaki teve tarefa duríssima na final da categoria até 48 kg: a kosovar Distria Krasniqi, principal nome da modalidade e algoz da brasileira Gabriela Chibana. Não deu para a japonesa de 25 anos, que perdeu com um ippon já no fim do combate.

Apesar de estar enfrentando a número 1 do ranking mundial e ter obtido a primeira medalha do Japão nos Jogos a decepção de Tonaki era clara. Criado no país, o judô é uma das modalidades mais tradicionais entre os japoneses.

— A Olimpíada está acontecendo aqui, é uma competição especial. Tentei não ir rápido demais, competir no meu ritmo — disse a atleta, em declarações reproduzidas pelo jornal "Japan Times".

Se ficasse com o ouro, faria uma dobradinha com Naohisa Takato, que bateu o Yang Yung-Wei, de Taiwan, no golden score. O judoca garantiu, pouco depois da prata da compatriota, o primeiro ouro dos anfitriões no evento.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos