Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    60.998,62
    -2.014,74 (-3,20%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Jogadores do Junior Barranquilla viralizam ao cheirarem substância em campo; veja o vídeo e entenda

·1 minuto de leitura

Um vídeo de jogadores do clube colombiano Junior Barranquilla viralizou nas redes ao longo da semana e vem despertando a curiosidade de torcedores e internautas. Nas imagens, os atletas Fabián Angel e Willer Ditta são flagrados cheirando uma substância não identificada durante uma partida. Assista:

A situação foi registrada na partida entre a equipe e o Atlético Huila, pelo Campeonato Colombiano. O Junior venceu a partida por 3 a 0, e o uso da substância ocorreu quando o placar ainda estava zerado.

Para alívio dos torcedores colombianos, porém, não se tratava de uma substância passível de doping. Segundo o clube, trata-se de carbonato de amônio, substância lícita e não dopante em termos esportivos. No mesmo comunicado, porém, o Junior informou que o uso da substância não foi autorizado ou recomendado pelo corpo médico do clube, e os jogadores envolvidos passarão por processo disciplinar interno.

Em entrevista ao jornal "El Heraldo", de Barranquilla, Angel explicou a polêmica. Segundo ele, outros jogadores fazem uso da substância e não há qualquer preocupação com isso, apenas com possível mal entendidos.

— O que utilizei foi amoníaco, mas não fui o primeiro nem o último a fazê-lo. A maioria dos jogadores do futebol utilizam. É um produto que ajuda a melhorar a capacidade de concentração e permite estar alerta e respirar melhor enquanto se está em campo. Esclaresço porque não quero que se criem mal entendidos — afirmou.

No sábado, o Junior voltou a campo após a polêmica e venceu o Rionegro Águilas por 2 a 1. Ditta e Angel estiveram em campo normalmente.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos