Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.249,73
    +1.405,98 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.828,13
    +270,48 (+0,53%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,51
    -0,05 (-0,07%)
     
  • OURO

    1.775,10
    -3,10 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    40.437,89
    -2.330,58 (-5,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.016,33
    -47,52 (-4,47%)
     
  • S&P500

    4.354,19
    -3,54 (-0,08%)
     
  • DOW JONES

    33.919,84
    -50,63 (-0,15%)
     
  • FTSE

    6.980,98
    +77,07 (+1,12%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.839,71
    -660,34 (-2,17%)
     
  • NASDAQ

    14.987,50
    -36,50 (-0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1781
    -0,0010 (-0,02%)
     

Jogador da Série B é mais uma vez vítima de comentário racista de narrador: ‘Ninho de cupim’

·1 minuto de leitura


Nesta sexta-feira, Celsinho, meia do Londrina, foi mais uma vez vítima de racismo durante a transmissão da vitória do clube paranaense contra o Remo, pela Série B. Ao longo da partida, o narrador Cláudio Guimarães, da Rádio Clube do Pará, definiu o cabelo afro do jogador como 'ninho de cupim'.

A reação negativa foi instantânea. Usuários 'invadiram' o perfil da rádio paraense e cobraram atitudes da diretoria.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Na última sexta-feira (17), Celsinho também foi alvo de comentário racista durante transmissão do empate sem gols entre Londrina e Goiás. O narrador Romes Xavier e o comentarista Vinícius Lima, da Rádio Bandeirantes Goiânia, usaram o termo 'negócio imundo' para comentar sobre o cabelo do meia. A dupla foi afastada da rádio de Goiás

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos