Mercado fechará em 4 h 50 min

Joaquim Levy será diretor de estratégia econômica e relações com mercados do Safra

Talita Moreira

Ex-ministro da Fazenda chegou a presidir o BNDES na gestão Bolsonaro e estava fazendo pesquisas sobre economias limpas na Universidade de Stanford O ex-ministro Joaquim Levy está a caminho do Banco Safra, onde passará a ser diretor de estratégia econômica e relações com mercados.

Doutor em economia pela Universidade de Chicago, Levy foi ministro da Fazenda no governo Dilma e presidente do BNDES na gestão de Jair Bolsonaro. Mais recentemente, segundo comunicado divulgado pelo Safra, estava desenvolvendo pesquisas sobre tecnologias sustentáveis e transição de economias para emissões líquidas zero de carbono na Universidade de Stanford, nos Estados Unidos.

“Levy passa a integrar o time de especialistas do Safra e será responsável pela área de macroeconomia e de relações com o mercado”, afirmou o banco por meio de nota.

Sob o comando de David Safra, o Safra terminou o primeiro trimestre com R$ 110 bilhões em sua carteira de crédito e R$ 250 bilhões em recursos de terceiros sob gestão.

O ex-ministro da Fazenda, Joaquim Levy, passa a integrar a diretoria do Banco Safra

Leo Pinheiro/Valor