Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.334,83
    +299,66 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.784,58
    +191,67 (+0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    59,74
    -0,90 (-1,48%)
     
  • OURO

    1.712,80
    -10,20 (-0,59%)
     
  • BTC-USD

    49.328,30
    +3.099,24 (+6,70%)
     
  • CMC Crypto 200

    988,12
    +59,88 (+6,45%)
     
  • S&P500

    3.901,82
    +90,67 (+2,38%)
     
  • DOW JONES

    31.535,51
    +603,14 (+1,95%)
     
  • FTSE

    6.588,53
    +105,10 (+1,62%)
     
  • HANG SENG

    29.750,43
    +297,86 (+1,01%)
     
  • NIKKEI

    29.615,57
    -47,93 (-0,16%)
     
  • NASDAQ

    13.295,25
    +15,50 (+0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7888
    -0,0068 (-0,10%)
     

Covid-19: Criticado por comerciantes por restrições, Doria diz que "mortos não consomem"

·2 minuto de leitura
Foto: Roberto Casimiro/Fotoarena/Sipa USA via AP Images
Foto: Roberto Casimiro/Fotoarena/Sipa USA via AP Images

João Doria (PSDB), governador de São Paulo, admitiu que as medidas de restrição ampliadas no estado são duras para os comerciantes. Contudo, nesta quarta-feira (27), o tucano pediu aos paulistanos que sigam as orientações sanitárias para frear o avanço da pandemia.

"Sei que é difícil, complexo, sei que é muito duro para um comerciante, dono de bar, dono de restaurante, de um pequeno comércio suportar isso. Mas quero lembrar que mortos não consomem, mortos não vão a bares, mortos não vão a restaurantes, mortos não compram pão e mortos não consomem sapatos. Temos que preservar vidas para depois recuperar a economia. Vamos fazer isso, isso vai acontecer", disse o governador à Rádio Band News FM.

Leia também

As medidas mais restritivas começaram a vigorar em São Paulo desde a segunda-feira (25). Desde o anúncio, no fim da semana passada, associações dos setores comerciais criticaram a gestão Doria pela falta de apoio aos proprietários dos estabelecimentos.

A capital paulista, conhecida pelo alto número de bares e restaurantes, está na fase vermelha (quando esse tipo de estabelecimento só pode funcionar por delivery) das 20h às 6h durante a semana e durante todo o final de semana.

O governador ainda ressaltou a responsabilidade dos paulistas na contenção da pandemia que avança em todo o estado. Doria garantiu que apenas as medidas restritivas não serão suficientes para mitigar as mortes causadas pela Covid-19.

"Enquanto não estiver a vacina disponível para todos os brasileiros, nós todos temos que ter a consciência, a paciência, resiliência que precisamos nos proteger. Não haverá polícia, não haverá fiscalização suficiente para garantir que aqueles que desobedecem a orientação para garantir a vida de cada um sejam punidos. Considero incompreensível uma pessoa querer morrer, facilitar as circunstâncias para morrer. Você tem de exaltar a vida, proteger a vida e compreender que isso vai passar", afirmou o tucano.