Mercado abrirá em 2 h 28 min
  • BOVESPA

    107.937,11
    -1.004,57 (-0,92%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.890,59
    -708,79 (-1,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,94
    +0,63 (+0,76%)
     
  • OURO

    1.839,10
    -2,60 (-0,14%)
     
  • BTC-USD

    36.368,82
    +1.608,62 (+4,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    826,94
    +16,34 (+2,02%)
     
  • S&P500

    4.410,13
    +12,19 (+0,28%)
     
  • DOW JONES

    34.364,50
    +99,13 (+0,29%)
     
  • FTSE

    7.342,07
    +44,92 (+0,62%)
     
  • HANG SENG

    24.243,61
    -412,85 (-1,67%)
     
  • NIKKEI

    27.131,34
    -457,03 (-1,66%)
     
  • NASDAQ

    14.281,00
    -220,00 (-1,52%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2156
    -0,0131 (-0,21%)
     

Dono de Jeep Renegade paga R$ 49 mil por conserto de câmbio

·2 min de leitura
Stellantis, rsponsável pelo modelo Jeep Renegade, acompanha a situação e sugere a troca de peça. Valor pode chegar a R$49 mil (Divulgação/FCA)
Stellantis, rsponsável pelo modelo Jeep Renegade, acompanha a situação e sugere a troca de peça. Valor pode chegar a R$49 mil (Divulgação/FCA)
  • Problema no trocador de calor pode representar cerca de 80% do veículo

  • Montadora corrigiu o manual do proprietário e recomenda a troca da peça

  • Procon-SP acompanha o caso e estuda eventuais multas a empresa

Já pensou em visitar o mecânico e deixar R$ 49 mil? Foi o que aconteceu com o proprietário do SUV Jeep Renegade, modelo 2017, em Maringá, no Paraná, segundo reportagem do UOL.

Leia também:

A peça que apresenta esse caro problema é o trocador de calor, responsável por resfriar o lubrificante da transmissão. Com a falha o líquido do radiador vaza para o câmbio e contamina o óleo.

De acordo com a Tabela Fipe, o valor médio do modelo é cerca de R$ 62 mil.

A posição da Jeep

A Stellantis, dona da Jeep, nega-se a reparar o veículo sem custos ao motorista. Para evitar que a situação se repita, a montadora reescreveu o plano de manutenção a partir dos veículos fabricados em 2018.

São recomendadas outras especificações e concentrações do fluido de arrefecimento e a troca da peça a cada dois anos.

Procon na jogada

O órgão de defesa ao consumidor do estado de São Paulo notificou a fabricante nesta segunda-feira (06/12) para eventuais esclarecimentos.

Caso seja reconhecido erros ou negligência a empresa poderá pagar uma multa de R$ 11 milhões.

Esclarecimento

Após o fechamento deste texto, a assessoria da Stellantis enviou a seguinte nota ao Yahoo Finanças: 

"A Stellantis esclarece que se responsabiliza por inconvenientes que ocorram dentro do período de vigência da garantia contratual. Os veículos mencionados não realizaram o plano de manutenções programadas, conforme previsto no Manual do Proprietário. A regular utilização do automóvel demanda a realização de manutenções preventivas e/ou corretivas. Nos casos em análise não há qualquer evidência que aponte para uma falha ou um defeito de qualidade nos veículos mencionados. A Stellantis aproveita a oportunidade para informar que alterações em fluidos, peças de desgaste natural e/ou acessórios são processos evolutivos em respeito ao cliente e que podem impactar na periodicidade, no uso e na aplicação dos componentes envolvidos após as suas implementações."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos