Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.232,74
    +1.308,56 (+1,22%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.563,98
    +984,08 (+1,98%)
     
  • PETROLEO CRU

    113,80
    -0,40 (-0,35%)
     
  • OURO

    1.822,70
    +8,70 (+0,48%)
     
  • BTC-USD

    30.059,96
    -1.088,44 (-3,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    667,04
    +424,36 (+174,87%)
     
  • S&P500

    4.008,01
    -15,88 (-0,39%)
     
  • DOW JONES

    32.223,42
    +26,76 (+0,08%)
     
  • FTSE

    7.464,80
    +46,65 (+0,63%)
     
  • HANG SENG

    19.950,21
    +51,44 (+0,26%)
     
  • NIKKEI

    26.547,05
    +119,40 (+0,45%)
     
  • NASDAQ

    12.255,00
    +10,25 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2785
    +0,0194 (+0,37%)
     

JBS vê ano trabalhoso com custos altos e margens menores nos EUA

(Bloomberg) -- A JBS, maior fornecedora de carne do mundo, vê um ano difícil pela frente em meio a aumento de custos e redução de margens de carne bovina nos EUA, mesmo após seu negócio de frango impulsionar os lucros do primeiro trimestre.

Os custos, desde embalagem a mão de obra e logística, vêm aumentando no segmento de carne bovina da empresa nos EUA. Isso pode ser compensado com a melhoria das operações de frango nos EUA e na Austrália, de acordo com o CEO Gilberto Tomazoni.

“Não veremos as margens do ano passado (no negócio de carne bovina nos EUA)”, disse Tomazoni em entrevista. “Mas ainda serão margens saudáveis.”

O Ebitda ajustado da JBS totalizou R$ 10 bilhões no primeiro trimestre, superando as estimativas de analistas de R$ 9,6 bilhões. As vendas aumentaram 21% em relação ao ano anterior, para R$ 91 bilhões, enquanto o lucro líquido mais que dobrou para R$ 5,1 bilhões.

Enquanto as operações nos EUA se beneficiaram de forte demanda e preços mais altos, as margens da Seara, seu negócio brasileiro de frango e alimentos processados, caíram, pois a empresa repassou apenas parte dos custos mais altos. Os lucros das operações de carne bovina do Brasil dispararam à medida que as vendas de cortes e marcas mais caras aumentaram.

“Será um ano muito trabalhoso. Mas quando eu olho o conjunto da JBS, somos positivos”, disse Tomazoni, destacando o portfólio diversificado e os locais de produção da empresa.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos