Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.274,17
    +216,95 (+0,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.313,65
    +110,85 (+0,22%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,65
    +0,61 (+0,86%)
     
  • OURO

    1.765,00
    -9,80 (-0,55%)
     
  • BTC-USD

    35.689,24
    -1.939,45 (-5,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    883,52
    -56,42 (-6,00%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,37 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.103,00
    -62,50 (-0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0193
    +0,0568 (+0,95%)
     

JBS realiza oferta de US$1 bi em títulos atrelados à sustentabilidade

·1 minuto de leitura
Instalações da JBS em Jundiaí (SP)

SÃO PAULO (Reuters) - A companhia de alimentos JBS anunciou nesta terça-feira que emitiu e precificou uma oferta de 1 bilhão de dólares no mercado internacional em títulos ligados à sustentabilidade, que estão atrelados ao compromisso de redução de emissões de gases de efeito estufa pela empresa.

Segundo comunicado ao mercado, as chamadas "Sustainability-Linked Unsecured Senior Notes" foram emitidas pelo valor de face de 98,913 dólares, com yield de 3,75% ao ano, cupom de 3,625% ao ano e vencimento em 2032.

A emissão foi realizada no mesmo dia em que a agência Fitch Ratings elevou a classificação de risco da companhia brasileira de carnes para grau de investimento.

As notas sêniores serão garantidas pela JBS, que pretende utilizar os recursos para estender o prazo médio de dívidas, refinanciando compromissos de vencimentos mais curtos, além de cobrir outros propósitos corporativos gerais, conforme antecipado mais cedo nesta terça-feira pela companhia.

"(A estrutura do título) está em linha com a estratégia de sustentabilidade da companhia, traçada pelo Compromisso Net Zero 2040", disse a JBS.

Segundo uma fonte próxima da transação, a oferta inicial era de 500 milhões de dólares, mas o "booking" foi de dez vezes esse valor e, por isso, o montante da emissão dobrou.

A agência ISS ESG foi responsável pela opinião independente na operação. O sindicato de coordenadores da emissão conta com Santander, Barclays, Bradesco BBI, BTG Pactual, Mizuho e XP.

(Por Gabriel Araujo e Roberto Samora)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos