Mercado fechará em 3 h 6 min

JBS paralisa atividades de 7 unidades em MS após bloqueio de R$730 mi

Logo da processadora de carnes JBS em Jundiaí, no Estado de São Paulo, Brasil 01/06/2017 REUTERS/Paulo Whitaker

SÃO PAULO (Reuters) - A empresa de alimentos JBS informou nesta quarta-feira que paralisou as atividades de compra e abate em suas sete unidades de carne bovina em Mato Grosso do Sul por tempo indeterminado, após a Justiça bloquear 730 milhões de reais devido a questões tributárias no Estado.

Segunda a empresa, a paralisação das atividades em Mato Grosso do Sul, um dos maiores Estados produtores de gado do Brasil, ocorre devido a uma "insegurança jurídica" após dois pedidos de bloqueio de recursos feitos por uma Comissão Parlamentar de Inquérito da Assembleia Legislativa, que somaram 730 milhões de reais por supostos prejuízos fiscais causados ao Estado.

A assessoria de imprensa da JBS afirmou que a companhia entende que qualquer questão relacionada a ressarcimento de recursos por supostas irregularidades está coberto pelo acordo bilionário de leniência realizado pela holding do grupo, a J&F.

Parte dos recursos bloqueados são detidos pela J&F, acrescentou a assessoria.

As ações da empresa operavam em leve baixa de 0,24 por cento, às 10:36.

De acordo com a companhia, os colaboradores continuarão recebendo seus salários normalmente até que a companhia tenha uma definição sobre a questão em Mato Grosso do Sul.

"A JBS esclarece que está empenhando seus melhores esforços para a manutenção da normalidade das suas operações e trabalha para proteger seus 15 mil colaboradores diretos e 60 mil indiretos em Mato Grosso do Sul", disse a empresa.

(Por Roberto Samora)