Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.986,80
    +658,38 (+1,21%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

JBS nega que irmãos Batista queiram processar companhia

·1 min de leitura
.

SÃO PAULO (Reuters) - A JBS afirmou na noite de quarta-feira que não procede a notícia de que os irmãos Joesley e Wesley Batista, controladores da empresa de alimentos, vão processar a companhia.

"Ao contrário do que sugere a notícia, não há processo iniciado por seus acionistas controladores contra a companhia e que tenha como objeto a indenização por valores assumidos pela J&F Investimentos S.A., controladora direta da companhia, no âmbito do acordo de leniência firmado com o Ministério Público Federal", disse a empresa.

"Vale lembrar, a esse respeito, que quando a companhia aderiu, em termo específico, ao acordo de leniência celebrado entre a J&F e o MPF, previu-se, de modo expresso, que a responsabilidade pelo pagamento da penalidade prevista no acordo de leniência era exclusiva da acionista controladora da companhia."

A JBS disse ainda que as condições de sua adesão ao acordo de leniência já foram integralmente fixadas, "o que torna desprovida de fundamento a afirmação de que recai sob a companhia qualquer responsabilidade pecuniária em relação aos valores pactuados pela J&F no âmbito do acordo de leniência".

A notícia foi publicada em O Globo, em 31 de outubro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos