Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.259,49
    -831,59 (-0,64%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.579,10
    -329,08 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,55
    -0,60 (-0,83%)
     
  • OURO

    1.814,60
    -46,80 (-2,51%)
     
  • BTC-USD

    38.704,95
    -1.471,15 (-3,66%)
     
  • CMC Crypto 200

    961,10
    -31,37 (-3,16%)
     
  • S&P500

    4.223,70
    -22,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.033,67
    -265,66 (-0,77%)
     
  • FTSE

    7.184,95
    +12,47 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    28.436,84
    -201,69 (-0,70%)
     
  • NIKKEI

    29.291,01
    -150,29 (-0,51%)
     
  • NASDAQ

    13.931,50
    -49,75 (-0,36%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0731
    -0,0448 (-0,73%)
     

JBS investirá R$800 mi no Paraná em 2021; aporte atingirá R$ 1,85 bi até 2025

·2 minuto de leitura
Logo da JBS em unidade da empresa em Jundiaí (SP)

Por Nayara Figueiredo

SÃO PAULO (Reuters) - A JBS, maior empresa de proteína animal do mundo, fará um investimento de 800 milhões de reais em Rolândia (PR) neste ano, referente à primeira etapa de construção de uma nova fábrica de alimentos preparados da Seara, afirmou a companhia à Reuters.

A obra já foi iniciada e tem previsão de conclusão para o quarto trimestre de 2022. Segundo o governo do Estado, será a maior fábrica de empanados do mundo.

O montante faz parte de um aporte de 1,85 bilhão de reais que será aplicado, até 2025, tanto na nova unidade quanto na expansão de uma planta de aves que já opera na cidade do Paraná, o maior produtor de frangos do Brasil.

"Teremos 25% de aumento de capacidade na unidade de aves", afirmou a empresa em nota sobre a planta que será ampliada.

A companhia não detalhou qual será a capacidade de produção da nova fábrica da Seara. Já o governo do Estado afirmou em nota que a expectativa é de que a unidade alcance mil toneladas produzidas por dia.

De acordo com a empresa, o objetivo é atender as demandas dos mercados interno e externo, tanto para produção de proteína in natura quanto de alimentos preparados.

"A JBS está sempre atenta às demandas do mercado para ampliar a sua capacidade produtiva. Os nossos investimentos demonstram a relevância global do Estado do Paraná como polo produtor de alimentos para o mundo", disse no comunicado o presidente da JBS América do Sul e da Seara, Wesley Batista Filho.

O anúncio vai em linha com projeção dada pelo executivo na véspera, de que o cronograma de expansão da Seara seria mantido, mesmo em meio a margens apertadas pelos altos custos com grãos.

Atualmente, a unidade de Rolândia emprega 3,7 mil colaboradores diretos, além da parceria com mais de 390 integrados, para fornecimento de matéria-prima. Com a ampliação, outros 150 produtores devem entrar no sistema de integração.

A empresa já possui operações em 14 municípios do Paraná, incluindo unidades produtivas, centros de distribuição, incubatórios e fábricas de ração.

A companhia emprega mais de 14 mil pessoas no Estado e ainda conta com uma rede de mais de 2 mil produtores integrados.

O anúncio da JBS foi realizado uma semana depois que a concorrente BRF divulgou o aporte de 292 milhões de reais para modernizar instalações no Paraná até 2022, com a retomada da produção de peru em sua fábrica de Francisco Beltrão.