Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.611,65
    +1.322,47 (+1,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.466,02
    -571,03 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,46
    +0,85 (+0,98%)
     
  • OURO

    1.796,40
    +3,30 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    37.137,11
    +316,01 (+0,86%)
     
  • CMC Crypto 200

    813,93
    -5,57 (-0,68%)
     
  • S&P500

    4.326,51
    -23,42 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.160,78
    -7,31 (-0,02%)
     
  • FTSE

    7.554,31
    +84,53 (+1,13%)
     
  • HANG SENG

    23.807,00
    -482,90 (-1,99%)
     
  • NIKKEI

    26.170,30
    -841,03 (-3,11%)
     
  • NASDAQ

    14.132,25
    +145,50 (+1,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0248
    -0,0816 (-1,34%)
     

JBS armando padrão de compra!

·2 min de leitura

Assim como ocorreu com a maioria das empresas listadas na bolsa de valores, as ações da JBS também realizaram um forte movimento de queda no início de 2020. Entretanto, apesar de se beneficiar com o aumento do dólar, o ativo demorou para voltar a subir.

Entre abril de 2020 e fevereiro de 2021 o preço do papel ficou praticamente andando de lado. Quando finalmente o ativo começou a subir, realizou um forte movimento de alta alcançando em poucas semanas o terceiro alvo.

Após alcançar o terceiro alvo projetado pelo retângulo, o preço começou a corrigir. No entanto, a retração de 38,2% serviu de suporte e junto com a média móvel de 20 períodos segurou o preço.

O ativo então iniciou um novo movimento de alta indicando que iria acionar um grande pivô no gráfico semanal.

Antes de acionar o pivô, porém, o papel formou um padrão conhecido como “trick entry”, que se trata de um pivô menor dentro de outro maior. Para entender melhor como funciona esse padrão, sugiro a leitura do artigo “Operando um dos setups mais lucrativos da análise técnica.”

Como mostrado, tanto o primeiro alvo do pivô, quanto o terceiro alvo da trick entry foram alcançados.

Porém, os alvos seguraram o preço, que passou a cair nas semanas seguintes.

O ativo corrigiu mais uma vez até a média móvel de 20 períodos, de onde passou a subir.

Caso o movimento de alta persista e o topo seja rompido, o ativo estará acionando um pivô de alta alinhado com a média de 20. Este padrão tem uma alta probabilidade de sucesso, o que poderia levar o preço até a região dos R$44,00.

Como mostrado, o alvo de 100% do pivô que seria acionado com o rompimento do topo, coincide com o terceiro alvo do pivô anterior.

Cenário interessante no gráfico diário.

Observando o gráfico diário, é notado que o ativo teve bastante dificuldade para romper o primeiro alvo do pivô semanal. Por diversas vezes o alvo foi rompido, mas na sequência a força vendedora empurrava o preço para baixo.

Quando um pivô é acionado, o topo rompido é denominado de cabeça do pivô. Após corrigir até a cabeça do pivô, o preço disparou rompendo de uma vez a resistência.

Nos últimos dias o ativo recuou um pouco. Mas o que antes era uma resistência, agora está se comportando como suporte e vem segurando o preço.

Caso o preço volte a subir, poderá encontrar uma nova resistência no segundo alvo do pivô semanal. Do contrário, deve subir com força até o terceiro alvo, para então fazer um novo movimento de correção.

This article was originally posted on FX Empire

More From FXEMPIRE:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos