Mercado fechado

JBL Charge 3 ainda vale a pena? Veja prós e contras

Ariane Velasco

A JBL Charge 3 é uma caixa de som Bluetooth que foi lançada no Brasil em 2016 custando R$ 999, sendo o modelo mais buscado por consumidores na época. No entanto, devido ao tempo desde seu lançamento, outros modelos já chegaram ao mercado, como a Charge 4, sua sucessora, que chegou nas lojas brasileiras em fevereiro do ano passado pelo valor de R$1.299.

Será que vale a pena apostar no modelo mais novo ou a antiga ainda dá conta? É o que descobriremos a seguir.

Quanto custa a JBL Charge 3?

As diferenças entre a JBL Charge 3 e 4 são poucas, o que torna o modelo antigo uma boa opção para quem quer ouvir músicas com uma potência razoável gastando menos dinheiro.

Atualmente, a caixa de terceira geração pode ser encontrada no mercado por preços a partir de R$ 700. É possível encontrá-la por menos em alguns varejistas, como a Amazon, que oferece o acessório por preços a partir de R$ 649 com o link especial do Canaltech:

JBL Charge 3 é boa?

Um dos pontos positivos da JBL Charge 3 consiste na conectividade com o Bluetooth 4.1, tornando o uso de cabos dispensável. Além disso, ele oferece suporte a assistentes de voz, como o Google Assistente e a Siri (para o iOS), o que não existe na Charge 4. Isso permite que o usuário controle a reprodução de suas músicas através de comandos de voz.

A JBL Charge 3 também possui cancelamento de ruído e eco, bem como a possibilidade de conectar duas caixas de som diferentes para reproduzir a mesma música — desde que ambas sejam compatíveis com a mesma tecnologia. Para isso, é necessário baixar o JBL Connect, disponível para Android e iOS. Outro atrativo da JBL Charge 3 é a resistência à água. Graças a sua certificação IPX7, ela pode ficar submersa em até um metro (desde que o tempo máximo de 30 minutos seja respeitado e a caixa esteja devidamente fechada).

A Charge 3 possui poucos pontos negativos, mas eles devem ser considerados antes de concluir ou não a compra: um deles é a potência do som, uma vez que a JBL Charge 4 conta com 10 Watts RMS a mais do que a JBL Charge 3.

JBL Charge 3 ainda é um bom investimento / Imagem: Divulgação

Esse aumento significa uma melhoria na capacidade dos alto-falantes e, consequentemente, em um som mais limpo e alto. No entanto, isso não quer dizer que a capacidade de som da JBL Charge 3 não é satisfatória — apenas que, se você deseja o máximo desempenho, adquirir um modelo mais recente pode ser uma boa escolha.

A Charge 3 também não possui tecnologia Connect+, que é responsável por parear a maioria dos modelos da marca. Se você não se importa com isso e prefere usar o JBL Connect, comprá-la ainda pode ser uma boa opção.

JBL Charge 3: ficha técnica

  • Dimensões e peso: 21,3 x 8,9 x 8,9 cm; 1,55 K
  • Relação, sinal/ruído: maior ou igual a 80 dB
  • Resposta em frequência: 65 Hz a 20 kHz
  • Versão do Bluetooth: 4.1
  • Bateria: 6.000 mAh (até 20 horas)
  • Potência: 2 x 10 Watts RMS
  • Ferramentas: JBL Connect e resistência à água

E você, o que pensa sobre a JBL Charge 3? Acha que vale o investimento? Conte pra gente nos comentários.


Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: